quarta-feira, Março 21, 2007

A MULHER E OS GRANDES POETAS


I

Eu colhi a tua flor, ó Mundo! Cheguei-a muito ao meu coração: e o seu espinho feriu-me. Quando o dia declinou, sombrio, a flor murchou: mas a dor ficou. Muitas flores terás ainda, perfumadas e gloriosas, ó Mundo! Mas para mim já passou a hora de colher flores. E já não tenho a minha rosa, na noite profunda que vem: tenho apenas a dor que ficou.


II

Ó mulher, não és apenas a obra-prima de Deus, mas também a dos homens. Estes te enfeitam com a beleza do seu coração. Os poetas tecem os teus véus com os fios de ouro da sua fantasia; os pintores imortalizam a forma de teu corpo. Dá suas pérolas o mar, as minas dão seu ouro, dão suas flores os jardins estivais - para que sejas mais linda e mais preciosa. O desejo do homem coroa de glória tua mocidade. És metade mulher, metade sonho.


R.N.Tagore

Sem comentários: