segunda-feira, dezembro 31, 2007

O PODER DA MULHER...

AS MULHERES COMUNS, OU AS MULHERES DE SUCESSO, SEM IDENTIDADE PRÓPRIA, SEM CONHECIMENTO DO FEMININO SAGRADO E QUE SE NÃO RESPEITAM NA SUA ESSÊNCIA, PORQUE A DESCONHECEM, TEM A LIBERDADE DE PERSEGUIR O PODER...
E DESPREZAREM-SE UMAS ÀS OUTRAS COMO OS HOMENS AS DESPREZAM...EMBORA SUAS CÚMPLICES. O MEDO TORNA-AS SERVIS.
DE DOMÉSTICAS PASSAM A DEPUTADAS COMO PASSARAM A PROSTITUTAS DO SISTEMA, HÁ SÉCULOS...

2 comentários:

Anónimo disse...

Deus, palavra portuguesa que muito provavelmente vem do grego Zeus, depois theos, não é o poder como querem os machos patriarcais protestantes, ou mesmo católicos, mas sim a expressão, onde o masculino e o feminino têm razão de ser, na junção do conhecido/desconhecido.Vamos chegar lá!

Rosa Leonor disse...

obrigada pelas suas palavras!

embora as tenha visto muitos anos depois...

rl