segunda-feira, dezembro 29, 2008

os objectos na noite


a mesa onde trabalho...

...as velas do candelabro estão apagadas e o computador fechado...
é tarde e escrevo palavras invisiveis no meio da noite...

...o silêncio escuta-se...como um zunino nos ouvidos, longíquo e misterioso...

...não sei de que nos fala a noite
mas é hora de dormir e deixar a minha alma partir para não sei bem onde...
é o que mais gosto. O sono e o sonho seja que sonho for porque é mais real e consistente que a vida exterior que levamos, tão longe de nós...

...hoje sonhei com uma figura desconhecida que parecia ser não sei quem e essa sensação perdurou o dia inteiro. Quem seria a figura esquiva que eu perseguia no meu sonho? ...ninguém deste lado, que eu saiba...ou seria alguém que vela por mim? Sim, podia ser um anjo...
Talvez por isso estou mais dentro, mais comigo, sem que nada exista entre mim e mim... sem recordações, sem objectivos...
...intimista, na noite, como nunca me deixo ser por aqui...

3 comentários:

Anónimo disse...

Qto mais distraída vc está melhores contatos vc poderá fazer...
Abra a mente e transborde o coração...
Beijinhos de baunilha

Anónimo disse...

Adorei esse estilo...leve... quase que te sinto a flutuar...
até uma gripe faz bem de vez em qdo... ui, será que eu peguei essa gripe criativa?
kkkkkk
Beijos...

Anónimo disse...

Pois é a gripe ou neste caso a constipação que é mais leve, deixou-me meia atordoada e portanto não tão lógica...eh eh eh... mas já estou voltando ao meu velho estilo pesado embora com muitas rosas...
bom fim de ano se a gente não se falar e beijinho ao Teo.


um abraço

rleonor