quarta-feira, janeiro 28, 2009

A FORÇA DA EMOÇÃO


"ÉS UM JARDIM FECHADO MINHA IRMÃ-NOIVA,
ÉS UM JARDIM FECHADO, UMA FONTE SELADA..."

in Cântico dos Cânticos
(...)
Quando a nossa emoção é fortemente dirigida para um objecto, nós estamos derramando uma subtil mas não obstante poderosa forma de força.
Se essa emoção não é um simples derramamento cego, porém se formula dentro da ideia de fazer alguma coisa, especialmente se essa ideia faz com que surja na mente uma dramática imagem mental, a força derramada é formulada numa forma-pensamento; a imagem mental é animada pela força derramada a se torna uma realidade no astral. Esta forma-pensamento logo começa a emitir vibrações, a estas, pela lei da indução simpática da vibração, tendem a reforçar os sentimentos da pessoa cuja emoção lhes deu origem, e a induzir sentimentos similares em outras pessoas presentes, cuja atenção está dirigida para o mesmo objecto, mesmo que até aquele momento elas tenham sido apenas observadores desinteressados.
(...)
Dion Fortune

2 comentários:

josaphat disse...

O canto de Salomão, junto com algumas passagens dos evangelhos, são o que há de mais belo na Bíblia. Pelo menos para mim. Ainda que Salomão compare a noiva às éguas do faraó.

Anónimo disse...

nAQUELE TEMPO ERA UM ELOGIO...as éguas eram nobres..e sem dúvida que os cânticos dos cânticos, para mim são o que se aproveita da bíblia...pelo menos é a única parte favorável às mulheres...
enfim, não quero ser dogmática...nem fundamentalista, mas admito a minha tendência para o feminino...e o meu amigo que equilibre o outro lado...
um abraço amigo

rleonor