segunda-feira, janeiro 19, 2009

O VIRAR DA PÁGINA...



Este livro é mais um Marco na minha vida.
A verdade é que chegados ao fim estes 7 anos de Mulheres & Deusas e eles terem sido muito gratificante para mim, e ainda mais com o culminar da sua publicação em Livro, EU SINTO QUE PRECISO DE MAIS...
Embora o Livro continue a apontar um caminho percorrido por dentro e de um trabalho muito intenso e controverso do que sinto ser um possível Caminho do Sagrado Feminino, eu penso que agora podemos fazer mais, não só por nós mas pelos outros. Há sempre, em primeiro lugar o caminho interior que toda a mulher deve percorrer dentro de si mesma para ser inteira e poder dar-se à vida e ao amor na sua totalidade, mas ele tem de dar frutos mais tarde ou mais cedo neste Mundo...
Eu por mim sinto que percorri o meu caminho e fí-lo a todo o custo e dei dele testemunho por isso tenho a consciência tranquila. Tive além do mais a sorte e a graça de ver o livro ser publicado e assim poder passar de mão em mão e ser quem sabe uma espécie de Manual de Iniciação a uma nova consciência do verdadeiro feminino...Sei que ao dizer isto corro o risco de parecer pretensiosa, mas sei também que ninguém percorre um caminho ou chega a uma etapa sem, de todo o coração, o vivenciar de corpo alma e espírito, e isso eu sei que fiz…e sei também que vale mais cada passo dado pelos nossos pés do que qualquer conhecimento adquirido intelectualmente.
Talvez para chegar aqui eu tivesse que ter percorrido todas as etapas da vida de uma mulher...não que eu saiba tudo, mas sei já o que quero...Sei igualmente que há mulheres com um conhecimento vastíssimo e lato de muitas teorias e princípios, com conhecimento de História e Antropologia ou mesmo psicologia das profundidades que eu não terei, como há muitas formas e meios de conhecimento variado, ou mesmo mulheres mais hábeis do que eu em adquirir conhecimentos sobre a vida e a essência ou o “Espírito e a Alma”, mas para mim o valor real de uma mulher está na sua vivência pessoal, na consciência interna de si mesma, que passa apela união dessas duas partes de si, como tanto repeti aqui, desse despertar da sua alma integrada, e não nas vastas teorias de tudo o mais que circula por aí … ou nas Universidades, como forma de conhecimento separado por partes...
Eu falo do conhecimento síntese, da Intuição Plena da mulher, do lado direito do cérebro activado...
Não falo nem faço a apologia e uma mulher "santa ou puta" nem da mistura dessas duas...mas sim da fusão de uma mulher que já não obedeça a nenhum desses estereótipos dentro dela! Uma mulher que se afasta essencialmente desses extremos...que se situa bem ao centro de si, no centro do seu coração...Falo da União do dois Princípios, o feminino e o masculino...da fusão do Ser em si mesmo!

Claro que sei que há quem não me entenda tal como por aqui têm passado mulheres que não gostam nada de mim nem gostam da minha visão nem da minha perspectiva da Mulher essencial…mas foi este o meu Caminho e ficaram as marcas dos meus passos como eu também segui os passos de muitas mulheres que antes de mim deixaram rasto...e de muitas de vocês que me deram apoio e testemunho de suas experiências!
A mensagem de hoje porem, aquilo que eu queria realmente expressar, é que sinto que começo a afastar-me um pouco desse caminho específico "de luta" (de conceitos e ideias) mesmo sem o abandonar, mas deixando de ser esse o meu principal Foco. Sinto que ele já foi por mim ultrapassado e agora urgem outras medidas, outra Consciência…e quem me seguiu e fez também o seu trabalho interior pode continuar em frente num caminho mais alargado, mais universal, mais englobante…
A Terra precisa de nós e as mulheres que já encontraram o fruto do seu verdadeiro Ser precisam agora trabalhar para a salvar…dando os seus frutos, mais do que os do seu ventre, e por isso precisamos unir esforços. Se não passarmos da teoria à prática, de pouco vale todo o trabalho que façamos connosco; e se não fizermos nada de concreto pela Natureza Mãe e os seus filhos, receio que em breve se torne muito tarde…
Por mim sinto que posso ir mais fundo ainda e ajudar a curar feridas…não do corpo mas da alma, do coração…
Quero este ano dedicar-me á cura energética, tratar dos corpos subtis e dos chakras…Não que já não o fizesse antes, mas quero assumir esse aspecto da minha vida como uma prioridade este ano.Tenho as ferramentas e além de continuar a escrever tenho um Espaço à minha disposição para os tratamentos energéticos…
Quem quiser, pode aparecer…dentro em breve dou mais informações.
rlp

PS
- Às minhas amigas e amigos do Brasil que solicitaram o meu livro, digo que não consegui ainda nada de concreto como solução para o poder enviar...espero algumas respostas e uma delas é a loja on line da editora Ariana...Estou sem saber com precisão como fazer para que os custos do mesmo não sejam excessivos, pois sei que o euro é mais caro do que o real...e … com a crise económica...temos de cair na Real!
Como já disse a algumas amigas bem que gostaria de enviar pessoalmente para cada uma das minhas leitoras um exemplar...mas isso é-me impossível do ponto de vista financeiro.
O livro não é ainda um Best Seller…

4 comentários:

Gaia disse...

muito interressante o que vc escreveu rosa,tambem venho pensando em deixar as teorias de lado e partir para a pratica,tenho especial interesse em chakras e pontos de nergia,ontem mesmo ao conversar com uma amiga pelo mensager ela havia dito que sabia menos sobre a deusa que eu mas a sintia sempre ai me liguei e falei

--É melhor SENTIR A DEUSA do que saber doisas sobre ,como mitologia pisicologia e outras coisas.

eu sou anfibia disse...

querida rosa,
te acompanho há tanto tempo e compreendo a essência do que tem dito o tempo todo aqui.

tenho orgulho do que conseguiu materializar pois não é fácil sair dos pensamentos e encontrar expressão concreta no patriarcado, como você o fez com seus livros.

sempre acompanharei seu trabalho e vejo com naturalidade as mudanças de foco pois nossas paixões, sejam mentais ou espirituais, são nosso verdadeiro centro sagrado e eu não poderia fazer mais do que admirar e respeitar o seu.

grande beijo!

Anónimo disse...

É exactamente assim Pedro...tudo começa no verdadeiro sentir...é por dentro que todos os caminhos se percorrem, mesmo que os siga exteriormente senão o sentir no seu coração, não vale a pena...nem as penas que passamos.

Um grande abraço para si

rleonor

Anónimo disse...

Querida Anfíbia:

Eu sei que você tem o espírito aberto e coração atento...ou vice versa e compreende as minhas nuances muito bem. Nem sempre eu manifesto o sentimento da sua presença, mas visito sempre o seu blogue para saber de si...e obrigada por esta fidelidade de dentro!

Com muito afecto

rleonor