sexta-feira, fevereiro 27, 2009

Importante lembrar...


Como já mencionamos, não é fora que devem procurar a chama gêmea companheira. Devem procurar a integração da essência masculina e feminina dentro de si. Elas formam um todo. Pessoas inteiras procuram unir-se a outras pessoas intei­ras em relacionamentos baseados na confiança, desejo e esco­lha. Esses relacionamentos não se baseiam em "Eu preciso de você na minha vida para me completar e me autorizar." Vocês se tornam completos em si mesmos e operam com outras pes­soas também completas em si mesmas, criando um território totalmente novo a ser explorado.

Quando casam a chama gêmea interior, estão reconhe­cendo o intuitivo, a Deusa, portadora-de-vida, a parte sensível de si mesmos, bem corno a parte de si que é potente, racional e intelectual. Uma parte muito ligada ao plano físico e outra muito ligada ao plano espiritual. Quando fundem essas ener­gias dentro de si, torna-se imprescindível encontrar alguém com as mesmas qualidades. Isso irá acontecer sem o menor esforço, pois terão a capacidade de atrair pessoas inteiras. Vão atingir o que nunca consideraram possível nos relacionamen­tos anteriores, ligar-se a uma outra pessoa por desejo ou afini­dade, jamais por necessidade, e darão aos relacionamentos uma nova personalidade, um novo limite, uma nova defini­ção.

Vocês se tornarão seu próprio modelo neste novo tipo de relacionamento. Muita gente vai achar que a instituição do ca­samento perdeu o significado. Não comportará o que vocês conhecem, nem será adequada à maneira como querem viver. Como todos estão no caminho de integração das polari­dades dentro de cada um, temas difíceis surgirão muitas e muitas vezes. Acolham esses momentos difíceis, pois eles se­rão o vosso melhor professor. Permaneçam focados no vosso próprio crescimento, no próprio caminho, no próprio Eu e não se preocupem com o que os outros estão fazendo.

Chamem suas partes feminina e masculina, estabeleçam um diálogo entre elas para que comecem a trabalhar em cooperação e har­monia. Dêem a si mesmos muito amor e incentivo. Marquem um encontro consigo mesmos e digam: "Meu Eu, eu amo você. Você é um Eu maravilhoso. Você é o número um, o campeão, o melhor Eu do mundo!" Quando concedem a si mesmos a dignidade do vosso próprio amor, como se fossem a realeza recebendo saudações de seus súditos, tudo muda. A integridade e a força tornam-se vossa propriedade porque acreditam e amam quem são. Quan­do acreditam e amam a si mesmos, tudo começa a correr como vocês querem.

O mais difícil para quase todos é acreditar que merecem amor. Ninguém é obrigado a amá-los. Vocês não es­tão aqui para mendigar o amor de outras pessoas e, assim, se convencer de que têm valor. Estão aqui para desempenhar uma tarefa muito difícil num sistema sombrio, com pouca energia, estímulo ou infor­mação sobre a verdadeira história. Estão aqui para fazer o im­possível. Através do compromisso de amar a si mesmos, e fazendo deste compromisso o primeiro passo a partir do qual vocês operam todos os dias, tudo entra no lugar. Vocês se tor­nam inteiros, completos. Estão prontos para um relacionamen­to com outro ser completo e este relacionamento pode levá-los a planos deliciosamente inexplorados.

Bárbara Marciniak, Mensageiros do Amanhecer

Sem comentários: