sábado, março 07, 2009

E PORQUE NÃO ESTA VERSÃO?


Maria Madalena:

"Eu sou Maria Madalena. Talvez me conheçam, mas poucos de vocês sabem quem sou na realidade, ou quem fui. Pois sim, fui a companheira do que se chamou Yeshua Ben Josef. E sim, há muitas histórias a respeito de nós e das nossas vidas. Ambos fomos Avatares da Nova Era da Consciência "Crística", mas os que escreveram essas histórias estiveram influenciados pelas suas crenças de que a única experiência importante era a masculina, e por isso a vida do Avatar Feminino, Maria Madalena, foi negligenciada e esquecida.

Madalena explica o plano que foi feito para que ela e Jesus nascessem no mesmo período:

Mas foi necessário que, para equilibrar a futura Idade Dourada, nascesse um Avatar de cada sexo, e que eles se unissem como companheiros, criando os perfeitos Modelos para a Futura Era de Luz! E assim foi! Nasci numa família normal de Israel, mas eu nunca fui "normal". Levava no meu interior a Chama Sagrada do Feminino Divino desde o momento em que fui concebida como humana. Nasci como uma perfeita Menina "Crística". Fui a “filha” encarnada da Mãe Divina. Igual a Yeshua, fui treinada pelas mulheres nos ensinos secretos dos Essênios. Como ele, eu era um grande prodígio pelo meu saber e conhecimento das antigas artes da sabedoria das mulheres que estava bem alem dos meus anos.

Sobre a União Sagrada, expressão de sabedoria espiritual e de amor incondicional, Madalena assim falou em sua mensagem canalizada:

Esta união apaixonada do sexual e do espiritual é o que conduziu à remoção da história de Maria Madalena e da sua União Sagrada com o Yeshua Ben Josef das histórias que comemoram a vida de Yeshua. E sim, chamaram-me "prostituta" e "impura" pelo meu conhecimento dos dons do êxtase sexual. Que triste foi que o caminho do Feminino Divino não fosse honrado ao mesmo tempo que o caminho do Masculino Divino representado por Yeshua. De fato, essa omissão conduziu à distorção da verdade a respeito das nossas vidas. Porque o verdadeiro caminho do Avatar não foi o sofrimento e o martírio. Essa foi uma interpretação posterior feita por quem tinha outros planos. O verdadeiro caminho do Avatar foi criar um caminho para o Êxtase e a Unidade através do Amor Incondicional. E foi alcançado por nós! Foi esta realização que agora nos permite que levemos a vocês os ensinos da União Sagrada e os caminhos do Feminino Divino e do Masculino Divino. Esta foi a maior realização das nossas vidas, e essa Alegria e esse Amor é o que queríamos transmitir como nosso legado, não o sofrimento nem o derramamento de sangue das incontáveis guerras e cruzadas disputadas num entendimento errôneo da natureza da energia Divina Masculina e do caminho de Yeshua!
E finaliza, dizendo sobre o momento de se viver o relacionamento de chamas gêmeas:

Queridas irmãs, é hora de elevar a vossa consciência novamente e ver que o vosso corpo é o Templo da vossa Alma e do vosso Espírito. É um corpo Feminino, um corpo de mulher, e é o Templo do Feminino Divino. Esta é uma energia poderosa e sagrada, uma chama da energia Solar Feminina que lhes permite experimentar a energia da Fonte como uma Grande Mãe. Mas também lhes permite experienciar o êxtase de uma relação entre Chamas Gêmeas na qual se reúnem o Divino Feminino e o Divino Masculino ao serviço da Fonte e de seu Amor por Tudo O Que É!
(...)
Se as pessoas foram sabotadas pela história tradicional ao longo de dois mil anos, seja por ignorância ou interesses escusos, é tempo de abrir os olhos e ver a bela realidade, sorrindo, de uma história fascinante e revolucionária, que pode e certamente levará às pessoas a repensarem as suas vidas, as suas práticas religiosas e existenciais. “Quem tem ouvidos para ouvir que ouça” {fala de Jesus no evangelho segundo Maria Madalena}.

Luz, amor e verdade, abraços fraternos,
Moacir Sader
IN http://www.moacirsader.com/evangelh.htm

*
SIM PORQUE NÃO ACREDITAR NOS NOVOS PROFETAS? E DAR O BENEFÍCIO DA DÚVIDA AOS NOVOS VISIONÁRIOS?...AO MENOS ESTES NÃO ABOMINAM A MULHER...
PORQUÊ PENSAR QUE SÓ AS RELIGIÕES ORGANIZADAS SÃO FIDEDIGNAS?
*

3 comentários:

Anna Geralda Vervloet Paim disse...

Já li todos os livros,a partir de uma nova perspectiva,que foram publicados em portugues,sobre Maria Madalena.Ela é o verdadeiro simbolo da Sabedoria,a Sofia,por tanto tempo caluniada,finalmente ressurgindo com toda a sua beleza.
Aproveito para parabenizar a todas nós pelo Dia Internacional da Mulher,e recomendo um texto que nos tráz muito o que refletir,

http://www.annaleao.com.br/modules/smartsection/item.php?itemid=18

Aproveite neste mesmo blog este sobre a beleza da mulher,nestes tempos de "padrões de consumo"

http://www.annaleao.com.br/modules/smartsection/item.php?itemid=17

Abraços

Anónimo disse...

Rosa, sempre atraí-me pela estória de Maria Madalena, já que ao ler as poucas passagens bíblicas que falam dela, meu coração sentia um inexplicável fogo, uma sede, uma curiosidade, atração e todo esse mix de emoções. Porém esta nova versão dos fatos evangélicos me enche de medo do Inferno. O medo do Inferno me consome em tudo o que quero "deduzir" e não me deixa pensar livremente. Sequer consigo converter-me ao budismo de Nitiren Daishonin, tal é o tamanho do medo!

xaxeila

Anónimo disse...

Xaxeila: nós trazemos o medo nas nossas células...nós já fomos perseguidas e queimadas nas fogueiras, é natural que as nossas células guardem a memória. Eu também tive medo e só aos 52anos quando publiquei o meu primeiro livro me libertei, mas lutei pela minha expressão e no fundo e sem razão o medo vinha e afirmar a femininlidade do meu ser e o amor da minha alma enquanto mulher foi muito doloroso e pungente. Não tenha medo de ter medo, enfrente-o e diga-lhe que não que é tempo de ser livre e de exprimir quem você realmente é...enfrente esse medo que a tolhe e evoque o amor do seu coração o poder da deusa mãe...experimente fazer isso. Não se deixe vencer por ele porque ele está aí para isso, só o seu amor por si a pode salvar das suas garras. Ame-se sem medo!
um abraço muito grande

rleonor