quarta-feira, março 04, 2009

PASSADOS QUARENTA ANOS...


Recentemente recebi um email de uma amiga com quem estive em Paris naqueles tempos loucos da nossa juventude, os famosos anos 60, que tinham tanto de arrojados como de inocentes, e que deixei de ver há mais de trinta anos, aliàs, quase quarenta...

Eu respondi-lhe e retomamos contacto para nos encontrarmos em breve. Entretanto hoje ela escreveu-me para confirmar o dia do encontro e disse-me neste email como é que me encontrou através da Internet, o que me deixou estupefacta...

..." Ainda não te disse como soube o teu contacto. Andava eu à procura de outra coisa muito diferente e eis senão quando tu me apareces num blog de alguem que muito te admira. Assim resolveu colocar o teu mail, biografia e já nem sei que mais. Foi giro e chocante ao mesmo tempo, embora não novidade. Já tinha visto o mesmo com outros. Mas quando conhecemos as pessoas, as coisas mudam. Alguem que se calhar nem conheces, expunha-te sem cerimónias. Guardei o endereço. Passou tempo até que o voltei a encontrar num caderno. E aí disse não passa de hoje. Não acreditava muito que o endereço fosse verdadeiro. Mas porque não experimentar?"

Então foi assim que fiquei a saber hoje que tenho uma biografia feita por alguém que me admira mas não sei se me conhece e se me conhece eu não sei quem é...e gostava de saber! Tenho a maior curiosidade em saber o que é que um desconhecido poderá dizer nestes termos "chocantes" sobre a minha anónima e ignorada persona...Será sem dúvida curioso ver como alguém que não se conhece nos vê...

Vamos ver se a minha amiga consegue de novo lá chegar...mas se alguém por aqui souber de alguma biografia minha...me diga que eu agradeço!
Entretanto resolvi eu mesma fazer pesquisa sobre o meu nome e encontrei textos e poemas publicados em sítios que eu nem sonhava...
Realmente a Internet é um Universo estranho, fascinante e perigoso...
Vá-se lá saber o que dizem de nós, sem nós sabermos e com que propósito? Pode ser amor, mas também pode ser ódio...e o ódio é sempre um veneno.

rlp
*Foto sem maquilhagem...e com aura prateada!

5 comentários:

Anna Geralda Vervloet Paim disse...

Vc está linda na foto Rosa,parece uma deusa!!!Certamente tens muitos admiradores e admiradoras na internet,pela beleza e a verdade que transmites ao mundo virtual através de tuas palavras.
abraços

IN VERITAS disse...

Convenhamos que a aura é esterna ao ser da foto...Mas a sua cor deve ser rosa e azul...Quando a deusa...Todo o Poder vem de Deus..Único, Todo Poderoso, transfigurado no Mistério da Santissima Trindade: PAI/Filho/Espirito Santo...
Não veja ainternet como espaço perigoso...A internet é mais um instrumento ao serviço do Homem ( e o SER HUMANO é masculino mais feminino)È importante que a mulher se afirme como tal sem deixar de ser também homem e vice versa...Compreendo porque é adversa ao femininismo/e logo- suponho eu - ao machismo...

Entre Santidade e Divindade existem diferenças abissais...

Anónimo disse...

Anna:

Muito obrigada pelas suas palavras...espero que esteja a ver através da minha aparência como hoje digo a essência do meu ser e eu acho que sim, que você está a ver isso e que só isso em mim e em si garantidamente é belo e pertence à Deusa. Embora eu goste de mim e também a ache a si bonita, sei que as nossas almas são o verdadeiro espelho que os nossos olhos refletem e deste modo tanto os meus como os seus transmitem verdade. Neste sentido a Internet não trai a essência das pessoas e através deste meio chegamos a pessoas fantáticas, mas temos de contar com o outro lado...o lado obscuro da sombra que inrompe sempre de algum lado.

um grande e terno abraço

rleonor

Anónimo disse...

Em verdade ou in veritas temos muito em comum mas começa a diferença na Deusa, aliás estaria mais certo se percebesse que o Espírito Santo é a Mãe e que sem A Mãe não há filho nem pai...e que a divindade está em nós (revela-se) justamente na complementaridade do feminino masculino em nós, na Obra alquímica, na fusão dos dois em UM, e que ser uma coisa ou outra varia com o karma ou com o Darma...
Eu sempre fiz a apologia do andrógino celeste, o uno, o que não é macho nem fêmea, como Cristo por suposto anunciou quando isso acontecesse e o de cima fosse igual ao de baixo então o seu reino viria...
felizmente há uma fase na vida do homem e da mulher em que se transcende a obsessão e a limitação dos sexos...

um abraço amigo

rleonor

Anónimo disse...

Para in veritas>

menos vinho, e

kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

Até precisava mesmo rir hj

kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk
Cada um que aparece...

Nana