"NÃO SOU FEMINISTA, SOU ANTROPOLOGICAMENTE LÚCIDA" Ana Hatherly

quarta-feira, agosto 05, 2009

INTRIGANTE, PLAUSÍVEL E FASCINANTE...



Zacharia Sitchin e os Anunnaki

Zecharia Sitchin é lingüista, perito em escrita cuneiforme (suméria) e em muitas outras linguagens antigas. Em 1976, publicou The Tewlfht Planet e assim começou sua trajetória transformadora da pesquisa da história antiga. Em 1993, lançou seu sexto livro, parte da série de Earth Chronicles (Crônicas da Terra) - When Time Began. Este último livro fala das relações entre o complexo calendário de Stonehenge, as ruínas de Tiahuanacu, no Peru, a antiga cultura suméria e, por extensão, a conexão desses monumentos antigos com os Anunnaki. Sitchin defende que os Anunnaki não são uma alegoria ou criação fabulosa dos sumérios; antes, são seres humanóides que habitam o misterioso planeta Nibiru. A órbita excêntrica, extensa de Nibiru, faz com que o planeta passe milênios totalmente invisível à observação no centro do sistema solar. Zecharia Sitchin acredita que quando a posição de Nibiru é favorável, ciclicamente, os Anunnaki - habitantes de Nibiru - visitam a Terra e interferem no curso da história humana. O ano de Nibiru corresponde a 3 mil e 600 anos terrenos, período regular de intervalo entre as visitas dos Anunnaki.

Sitchin já decifrou mais de dois mil cilindros e fragmentos de cerâmica com inscrições da Mesopotâmia, alguns de 4.000 a.C., que fazem parte do acervo de museus de todo o mundo. Um desses fragmentos, que se encontra na Alemanha, indica que a Terra é o "sétimo planeta", contando a partir de Plutão. Ocorre que Plutão somente foi descoberto pela astronomia moderna no início do século XX. Como os sumérios poderiam saber de tal coisa?

O lingüísta acredita que, na antiguidade, seres extraterrenos conviveram com antigos mesopotâmicos e foram os "instrutores", os deuses da humanidade dos primeiros tempos históricos (pós-advento da escrita). Comparando as mitologias da Criação de diferentes culturas, verifica-se a coincidência dos mitos, que são recorrentes nas referências a uma "colonização" ou instrução das primeiras nações humanas por seres superiores, que vieram do espaço e se encarregam de ensinar aos homens primitivos as "artes" que caracterizam as civilizações.
(...)

Anunnaki

ANUNNAKI, ANU-NA-KI, "Os do Céu que Estão Na Terra", ou "Aqueles que Vieram do Céu para a Terra"

A história ortodoxa considera que os Anunnaki eram divindades que faziam parte do panteão sumérico e acádio, entretanto o historiador e linguista, Zecharia Sitchin, especialista em traduções de tabletes cuneiformes, revela que para os sumérios e babilônios os Anunnaki eram, literalmente astronautas extraterrestres que aterrisaram na região onde se situa o Iraque, há aproximadamente 450.000 anos atrás, em uma missão de mineração, que se extendeu do Oriente Médio até a África. Liderados por EA/ENKI, o "Senhor Cuja Casa é a Água", um grupo inicial de 50 Anunnaki se estabeleceu em três bases: ERIDU, EDIN e ABZU c/ o objetivo de obter ouro, em quantidade suficiente p/ sanar os problemas no ecossistema de seu planeta natal, NIBIRU. Outros Anunnaki, os IGIGI, teriam fixado bases em Marte e na nossa lua. Posteriormente uma nova equipe chegou à Terra, liderada por ENLIL, o "Senhor do Comando" e por NINTI/NINHARSAG, a "Senhora da Vida". Segundo os sumérios, o trabalho de mineração ficou comprometido por rebeliões entre os próprios Anunnaki, o que levou ENKI e NINTI, brilhantes cientistas, à interferir no ritmo evolutivo do tipo humanóide simiesco que habitava o planeta. E através de experiências de engenharia genética, foi obtido o protótipo do "Homo Sapiens", chamado pelos sumérios de ADAPA/ADAMU, o "homem primordial" ou "raça primordial".
Óbviamente que a ciência ortodoxa, impregnada pelo falho darwinismo, não admite tais explicações, contudo os textos sumérios constituem o "elo perdido" entre o evolucionismo e o criacionismo!

Os Anunnaki teriam elevado o homem da terra ao nível civilizado, erguendo poderosas civilizações na Mesopotâmia, América Central, Ásia e no Mediterrâneo. As provas de sua passagem pela Terra estão espalhadas por vários lugares. Construções megalíticas, de arquitetura inusitada e perfeição matemática, como o complexo de Gizé, no Egito; os complexos piramidais de Tiahuanaco e Sacsyahuaman, na América Central; as recém descobertas ruínas submersas de Yonaguni, Japão; entre outras. Segundo os sumérios, à cada 3.600 anos o planeta NIBIRU, completa um período orbital em torno do nosso sol e durante sua aproximação da Terra, diversos cataclismas se sucedem. Os Anunnaki, então aproveitariam essa "janela" cósmica, para retornarem à Terra

Relação Biblico-judaica

Na Bíblia poderiam estar relacionados como os Enaquins, ou por comparação, poderiam ser aqueles a quem os Hebreus chamaram de Nefilim ou Nephalim ( génesis 6 )que é uma forma plural (im) da palavra Nephal que sugere uma queda, descida ou aterrisagem.
Os anunnaki, seriam os mesmos nefilim do Gênesis 6 e do Salmo 82, são os deuses da antiguidade, seriam os habitantes de Nibiru/Marduk, 10º planeta do sistema solar.

Obtido em:

http://pt.wikipedia.org/wiki/Anunnaki

VER EM:http://es.octopop.com/Comunidad_-Misterios-da-Humanidade-_7844627_-Zacharia-Sitchin-e-os-Anunnaki-_24421770.html


- AFINAL QUE HISTÓRIA É A QUE NOS CONTAM HÁ MILÉNIOS?
QUAL É A VERDADEIRA E A MAIS CREDÍVEL? NÃO EXISTE...


Vivemos entre histórias e mitos, crenças e fanatismos, guerras e pandemias, entre ditadores e criminosos sem querer ver a loucura com que todos pactuamos e achamos que somos civilizados e livres...e nem sequer sabemos quem somos nem de onde viemos...
Como animais acossados pelo medo da morte, da fome e das doenças, produzimos-consumimos e morremos sem nunca saber o real sentido da vida...
As Religiões mentem-nos sobre um deus e um diabo, os Governos exploram-nos, a cultura engana-nos e os poderosos matam-o nos por impérios...
O Bancos controlam o Mundo...o dinheiro é a grande peste, a besta do Apocalipse!
rlp

2 comentários:

Anónimo disse...

Existem várias pirâmides na Amazônia, mas isso está sendo mantido em segredo... há um blog com fotos das supostas piramides sob a vegetação densa da floresta... Há uma área equivalen te ao estados da região sul e sudeste não cartografada onde supostamente sobrevivem as Amazonas... e as pessoas q lá vão em expedições nunca voltam, inclusive soldados de Hitler...

Nana

Anónimo disse...

Se puder arranje-me o endereço desse blogue...bem que gostava de ver essas pirâmides. Quem sabe até ir lá...mas só noutra vida, porque nesta já não será possível pelos meus pés...
Subi duas montanhas e pensei que morria, uma o Sinai e subi de camelo embora tenha descido a pé...e o monte Bogarrache em França...onde dizem que também há seres de outros mundos. Já não me aventurarei a mais. Mas gostava ainda nesta vida ir ao menos ao Brasil...

abraço
rleonor