sexta-feira, agosto 14, 2009

NAS ASAS DA TUA PROTECÇÃO MÃE


Adormeceram as águas, fizeram silêncio as almas, e, sobre as ondas do grande Mar do silêncio, caminha para nós a serena Aparição da tua figura.
(…)
E, como sobre uma multidão que espera a manhã para transpor o rio que os há-de salvar do inimigo, flutua de asas abertas o seu próprio sonho de resgate, assim, sobre o mundo e as almas, o grande lenço branco da despedida se fez asa, protecção, carinho, sonho, êxtase, e é o manto que te cobre, e às almas, oh minha virgem, minha Senhora da Aparecida!
*
leonardo coimbra

2 comentários:

luz branca metatrónica disse...

Luz Branca Metatrónica

Rosa Leonor disse...

obrigada...pela evocação da luz...

rleonor