domingo, agosto 09, 2009

O NOSSO MAIOR ALIADO...


ALQUIMIA INTERNA FEMININA

Homens e mulheres têm coexistido desde muito tempo atrás. Porém, o percentual de homens que atingiram sucesso no Taoísmo tem sido muito maior entre os homens que entre as mulheres. Porquê?

Há muitas razões. Algumas delas são: na China antiga, homens eram livres para viajar por toda parte. Já as mulheres tinham que ficar em casa e não lhes era permitido sair. Isso as restringia de encontrarem um mentor. Havia um bom número de livros de treinamento voltados para os homens, mas quase nenhum para as mulheres. Homens iam para as escolas e podiam ler. Mulheres eram em geral iletradas. Mesmo se houvessem livros para mulheres e elas pudessem ler e lhes fosse permitido viajar e encontrar um mestre, o percentual daquelas que seriam bem sucedidas ainda seria menor que o percentual dos homens. Isso porque ainda há alguns problemas intrínsecos no treinamento feminino.

Alguns dos problemas: quase sempre as mulheres não conheciam o valor. Para aquelas que eram avisadas do valor, elas não queriam abrir mão da sua vida habitual. Para algumas das que abdicavam da vida normal para viver em um templo taoísta, não havia um direcionamento para que pudessem se aperfeiçoar. Algumas não sabiam que existem diferenças no treinamento entre homens e mulheres. Algumas erroneamente assumiam que a posição do dan tian no corpo para os homens é a mesma que para as mulheres. Elas não se deram conta que "cortar a cabeça do dragão vermelho" é o mais fundamental no treino feminino.

NOTA: "cortar a cabeça do dragão vermelho" é um jargão taoísta que significa parar o ciclo feminino.

Algumas eram tão orgulhosas de si mesmas e consideravam serem capazes de cortar a cabeça do dragão vermelho sem a ajuda de um mestre. Algumas morreram devido ao treino inapropriado do QI. Algumas não souberam a diferença na sequência de treinamento entre homens e mulheres. Outras desistiram no meio do caminho. Algumas delas pensaram ter alcançado o estágio final quando estavam na metade. Algumas nem sequer tentaram.
Todos esses fatores impedem as chances de sucesso. Para alcançar resultados, há de se conhecer o caminho.

Existem 3 aspectos: 1 - caráter, 2 características corporais e, 3 método para treinamento. Por natureza, masculino é Yang, Yang é transparente. Feminino é Yin, Yin é opaco. As características masculinas são calor/dureza, velocidade, complexidade e as características femininas são suavidade, lentidão, simplicidade/ pureza. Masculino é ativo e pode causar perda de QI. Feminino é calmo/tranquilo e pode restringir o fluxo de QI. É difícil acalmar o QI masculino. É fácil para o feminino guardar (acumular, abastecer) o QI. Essa é a diferença das características.

A vida dos homens está no "QI XUE" enquanto nas mulheres é no peito. A mais importante essência para o homem é o esperma, que é branco e por isso chamado de "tigre branco". Para as mulheres, o sangue é o mais importante e é chamado de dragão vermelho. Enquanto o esperma é "YANG", também há "YIN" nele. Enquanto o sangue feminino é "YIN", há "YANG" nele. Há grande quantidade de "QI" no esperma, mas não tanto "QI" no sangue das mulheres. Essa é a diferença nas características físicas. Homens deveriam treinar primeiro a essência básica e então a qualidade externa. Mulheres deveriam treinar primeiro as qualidades externas e depois a essência básica. Quando o homem puder parar a ejaculação, isso é chamado "dominar o tigre branco". Quando a mulher puder parar o ciclo menstrual, isso é chamado "cortar a cabeça do dragão vermelho". Homens deveriam atingir o fluxo reverso do esperma e o sangue feminino deveria retornar ao coração.

Para mulheres com menstruação irregular, ela deve aprimorar o sangue, para aprimorar a conexão dos meridianos e fortalecer os órgãos internos, assim a menstruação retornará ao normal. Somente então, ela poderá iniciar o treinamento de cortar a cabeça do dragão vermelho. Quando o dragão vermelho for decaptado, o treinamento para adquirir qualidade externa estará completado. Nesse estágio, o corpo feminino se tornará puro "YANG" advindo do "YIN" e será opaco. Daí em diante, ela deveria manter o treinamento em estado de Neidan/Meditação.

NOTA: o método de treino para meditação é o mesmo que para os homens.

Tradução: Thiago
http://holosgaia.blogspot.com/2009/07/alquimia-interna-feminina_06.html

Apesar de estar apenas no início de uma longa caminhada em busca de sabedoria, não concordo com a visão taoísta de que a mulher deve abdicar do poder do sangue.(Quem sou eu para discordar de milhares de anos de sabedoria oriental?)Mas realmente não consigo aceitar este princípio de que a mulher tem que cortar o seu poder mais precioso para se tornar masculinizada(Yang), como único modo de conseguir a iluminação. Penso que deve ser realmente ao contrário, a mulher deve reforçar o seu lado Yin.Toda a filosofia que desconsidera este aspecto no seu treinamento espiritual, não merece o meu crédito. O Dragão Vermelho na verdade é nosso grande aliado.
A sociedade patriarcal sempre nos fez pensar exatamente assim por ser mais cômodo e seguro para ela, e o medo ancestral masculino em relação ao Dragão Vermelho nos pede para "cortar a cabeça" e seguirmos caladas ou nos tornarmos Yang para ter acesso ao poder tido como essencialmente masculino.


Anna:

Você há tempos enviou-me este texto com a sua legítima pergunta e natural sabedoria, porque as mulheres são as donas do seu corpo e do seu sangue e sabem intuitivamente a verdade...eu não podia estar mais de acordo consigo...tanto que
ao encontrar hoje este texto no feminino essencial pensei em si...talvez a resposta mais elucidadtiva esteja no texto abaixo...tanto como a que está em cima...
rl

Sem comentários: