"NÃO SOU FEMINISTA, SOU ANTROPOLOGICAMENTE LÚCIDA" Ana Hatherly

quarta-feira, setembro 16, 2009

OS GRANDES PODERES...


DITA O BOM SENSO:

"Belo post denunciando o perigo da televisão e dos media em geral. É óbvio que devemos conhecer, estar bem conscientes dessa realidade que nos envolve, mas sabendo sempre que há uma escolha, que podemos desligar daí, ser "dissidentes da realidade", que é possível ver outra coisa, viver de outro modo. Olhe, obtemos logo muito mais paz de espírito quando desligamos a televisão e banimos telejornais da nossa vida. É o que tenho feito nos últimos tempos, uma vez que já tomei consciência de que dali não sai nada de bom, de que os media estão ao serviço de obscuras forças de controlo que usam metódica e cientificamente o medo, aplicado em doses maciças, sobretudo através desse media poderoso que é a televisão, o novo "ópio do povo".

COMENTÁRIO DA LUIZA FRAZÃO AO POST A RAINHA DAS TREVAS...

Luiza: agradeço-lhe a sua lucidez e o seu testemunho. Eu também cortei definitivamente com a televisão. Há meses que deixei de ver o que quer que seja e a vida é muito mais natural e tranquila...Sentia essa pressão diária e adormecia nessa tensão de um mundo a acabar, cada dia pior e até andava com medo de um tsunami...a mente é completamente influenciável e moldável, mesmo em pessoas que se julgam advertidas...
Quando começou a programação massissa para "alertar" da gripe suína...foi decisivo para mim. Pus fim ao domínio do pequeno ecran e às suas mentiras elaboradas...mas tenho amigas e amigos que acham que a televisão é inofensiva e é bom para distrair e adormecer, imagine, sem qualquer noção do perigo da informação subliminar que passa e nos escravisa a conceitos e medos...

Quando vemos televisão somos dominados pela negatividade e pelo medo quer queiramos quer não, porque como diz, a televisão usa métodos cientificos e muito subtis para moldar as mentes e tirar partido dessa opressão muito mais eficaz do que a repressão ou a censura política que o sistema usava antigamente. Aliàs a "liberdade" de expressão não foi senão uma liberdade simulada com a garantia de que outros métodos mais científicos e invisíveis podiam fazer o mesmo papel e o "povo" obediente, crédulo e sumamente inculto, vai atrás: julga que se está a informar e a evoluir, mas está a ser totalemnte moldado aos interesses dos grandes magnates, dos grandes poderes; são os detentores da alta finança que detêm todo o poder nos mídea.

Porque se julgamos que a televisão educa e informa ou veicula "cultura" estamos muito enganados; a televisão é sinónimo de ignorância e incultura, tendo em conta que Cultura é Luz, ilumina, mas a cultura dos programas de todos os canais dirigidos às massas o que fazem é embrutecer, aterrorizar e ensinam de facto a matar e a roubar a violar, de acordo com os filmes nocivos que passam a todo o instante nas suas horas "nobres"...

Sem dúvida que temos a escolha, por ventura a mais difícil, porque, como digo, conheço muita gente inteligente que se deixa levar e não consegue desligar a televisão...mas a escolha continua a ser nossa e é urgente que desliguemos dessa matriz de controlo e nos liguemos à nossa própria realidade interior e teremos sem dúvida mais paz e não só, vemos o que nos cerca com outros olhos...
Sim, podemos dizer que não são só as drogas que alienam as pessoas e falo de todo o tipo de medicamentos, mas sobretudo a TELEVISÃO é o maior ópio do povo...porque a televisão tornou-se mais poderosa do que as religiões...entra em todas as casas e mesmo ateus ou "republicanos", comunistas e católicos levam com a mesma dose de informação sublimminar...Ninguém escapa a esta "missa", a esta novena das oito...em todos os canais...
A televisão é não só a rainha das trevas como o anti-cristo da nossa era...
Todos a escutam religiosamente sem pensar...
rlp

6 comentários:

Anónimo disse...

Eu vejo gatos fedorentos...
pq pode até ser um programinha da jovens humoristas e completamente dentro do sistema... mas... pode ser tbm uma forma de ser subversivo e desobediente, afinal muitas caminhadas pra fora do patriarcado começam com esse tipo de rebeldia e vai crescendo feito uma bola de neve na avalanche...
kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk...
não faço apologia da tv, mas acho q algumas coisas são tão pedagógicas q deveriam ser usadas nas escolas, como por exemplo as novelas... é tão fácil analisar a mulher patriarcal pelas novelas... e daí pra vida real... are baba... kkkkkkkkkk...
não espero nada de bom da tv tbm, mas muitas informações chegaram a mim através dela...
está claro q a tv é feita pelo e para o patriarcado, mas algumas coisas se lhes escapa... ok, o canal infinito saiu do ar... mas ele vai voltar... maquiado? talvez... mas haverá sempre alguém a insurgir, a se rebelar...
cabe a quem vê, se quiser ver e não desligar a tv, saber filtrar e ser responsavel pelo q ve e acredita... o mal da tv está em quem não sabe assistir... pq tanto em relação a tv como de qqr outra instituição patriarcal não vamos ver a revolução nascer dali...
a revolução é todos os dias...
ninguém está pronto ainda, nem muito menos nasceu pronto... as pessoas q estão à margem do patriarcado, tecendo um novo modelo social nasceram dentro do sistema e estiveram dentro dele... ainda estamos, mas estamos em transição... pq a revolução acontece todo dia... e está tudo por fazer... muito se tem escrito e lido, mas pouco de concreto se tem feito... nem as dificuldades mais básicas são ultrapassadas e estamos sempre prontos mas nunca avançamos... nada acontece na vida real q substancie ou valide o discurso... e enquanto isso... olhamos pro copo tentando ver se ele está meio cheio ou meio vazio...
Nana

Anónimo disse...

Eu só achei um erro usar o termo Rainha já que é um termo feminino e de origens matriarcais.Se exite algum reinado das trevas este não é governado por Rainha alguma a não ser sobre a matriz do controle do medo e do ego.Eu sei que é apenas modo de falar mas precisamos tambem atentar para isso do mesmo modo que devemos atentar para o fato de não ligar a igreja ao feminino como antes.Este é um verdadeiro reinado das TREVAS tipicamente MASCULINO aonde não expansão para o amor ou o crescimento, aonde não a dignidade!Palavras tem poder é o mal se é que exite algum é governado por um bando de sombras e contatos obscuros obviamente patriarcais...Nesta altura do campeonato só peço que a Grande Rainha nos proteja e defenda e perdoe todas as falhas que temos para com Ela!

Bençâos da Deusa
Gaia Lil

sofia disse...

Nana:
Cada pessoa, de acordo com a sua experiência, de acordo com a sua idade, a sua maneira de ser, a sua cultura ou a sua ideologia tem todo o direito de se exprimir e manifestar as suas opiniões...acho é que temos de respeitar as diferenças e deixar que cada um expresse o que pensa e sente...ninguém é obrigado a concordar nem forçado a discordar...apenas tem que ser fiel às suas ideias...e respeitar a dos outros. Por isso é que acho interessante a diversidade de opiniões e os diferentes pontos de vista dos seus autores; o que eu não acho bem é que façamos da discordância o mote da nossa inspiração...Sou apologista da originalidade e não o controverso...ou a discussão. Isso não me interessa. Por isso não conto com a opinião dos outros para formar a minha e defendo o que penso exclusivamente. Aprecio quando há sintonia, mas não tenho nada a ver quando a não há..precisamente porque não afinidades!Não ataco ninguém nem estou contra nada...apenas denuncio o sistema nas suas múltipas frentes porque acho que explora e aliena as pessoas sempre em seu benefício e nunca em benefício do "povo" ou das pessoas em geral. Esta é a minha experiência.Ou a minha visão das coisas. Depois cada um tem a visão que pode ou alcança. Até um certo ponto somos todos livres de escolher e isso pode depender do nível de Conciência de cada um, mas isso já é outra história...

Um abraço

rosaleonor

Anónimo disse...

A resposta vem em nome se sofia por engano, porque respondio noutro computador!

rosa leonor

Anónimo disse...

Gaia Lil :

Percebo a sua ideia e até estou de acordo com o que diz, mas gostaria de lhe dizer que há a Rainha das Trevas como representante da nossa sombra, ou melhor a Rainha da Noite e é um aspecto relevante da Deusa Mãe...aquela que nutre também devora os seus filhos, como terra...a vida e a morte pertencem-lhe e quem não integrar a sua sombra dificilemnte rencontrá a Luz. Isso não impede nem tira todas as outras qulidades da Deusa. Ela tem um lado sombrio e também vingativo, de justiceira, quando tal é necessário. Veja Kalil na índia e veja Shekimit no Egipto.
O p+roblema do masculino ou do patriarcado é de facto não integrar a deusa e a sua sombra, achando que eles e cada pessoa é boa e a outra é que é má, quando os polos estão em nós e só o equilíbrio dos mesmo pode resultar em harmonia e paz...À partida de facto os valores e qualqudades da deusa e da mulher são bons mas os do homem equilibrado também...só a disparidadee o antagonismo entre os princípios traz a desordem e a violência gratuita... Mas essencialmente sei a que se refere! Temos de ter cuidado com as palavras.

Um abraço
rosa leonor

Anónimo disse...

Recebi este vídeo por email e achei interessante, Não sei se vc conhece, chama-se Zeitgeist e mostra como as pessoas esão sendo manipuladas pelos governos, mídia e religiões para a implantação de uma nova ordem mundial. Veja:
http://video.google.com/videoplay?docid=-1437724226641382024#