"NÃO SOU FEMINISTA, SOU ANTROPOLOGICAMENTE LÚCIDA" Ana Hatherly

quinta-feira, dezembro 10, 2009

OFERENDA


E podes deixá-lo partir?

Deixá-lo ultrapassar-te?

Podes oferecê-lo?


Está escondido no teu coração e o teu coração sabe

Este é o sacrifício e tu o sacrificado.


Sente. Arde.

Com a chama límpida que chamas amor

Que queima o que não lhe pertence.


Sente. É uma jóia

É a coisa mais preciosa que possuis.


É tua porque a deste.


A chama queima a rosa no teu espírito, como vinho.

É o melhor que tens e deste-o. Podes?


50 O SACRIFÍCIO – I CHING

««««

1 comentário:

Ana Nazaré disse...

Á nossa Deusa ! Liiiiiiiindooo ! ! ! !