quinta-feira, março 11, 2010

o nosso mundo sem coração

"A moderna sociedade industrial é uma religião fanática. Demolimos, envenenamos e destruímos todos os sistemas de vida do planeta. Assinamos notas de dívida que os nossos filhos não poderão pagar... Actuamos como se fossemos a última geração sobre o planeta. Sem uma mudança radical nos corações, nas mentes e nas visões do futuro, a Terra acabará por ser como Vénus, calcinada e morta."

in " Livro Tibetano da Vida e da Morte"
de Sogyal Rimpoche

Sem comentários: