"NÃO SOU FEMINISTA, SOU ANTROPOLOGICAMENTE LÚCIDA" Ana Hatherly

terça-feira, abril 20, 2010

A GRANDE MUTAÇÃO


A MULHER QUE É EM SI MESMA
“É por isso que eu vos digo, é preciso que a mulher veja a Mulher QUE ELA É em si mesma e que o homem a aceite nele próprio. O acordar deste mundo exige essa mutação! O Fogo feminino é um fogo da Terra, e reparem, se temos necessidade do Ar que vem do Céu, o inverso não se pode negar. Todos os que sabem ou entendem o que eu digo, vêem que o Céu e a Terra se atraem um ao outro, que não existem independentes um do outro. Por isso é preciso que os homens aceitem este ensinamento e que as mulheres não temam mais desvelar a sua função...e só então o mundo entrará em metamorfose”.
*

In VISIONS ESSÉNIENNES
Daniel Meurois-Givaudan

TELA DE LENA GAL - Deusa Pele (deusa dos vulcões e do fogo)


"Si alguien te pregunta tu nacionalidad, tu origen étnico o tu estirpe, esboza una enigmática sonrisa y contesta:
-El Clan de la Cicatriz"


Clarissa Pinkola Estés - "Mujeres que corren con los lobos"
(copiado do Blogue de Germana Martin)

Sem comentários: