terça-feira, agosto 17, 2010

AS LEIS DA NATUREZA...



A rosa tem de tornar a ser o botão, nascido da sua haste materna, antes que o parasita lhe tenha roído o seio e bebido a seiva da sua vida. A árvore dourada dá flores de jóia, antes que o seu tronco esteja gasto pela tormenta. O aluno tem de tornar ao estado de infância que perdeu antes que o primeiro som lhe possa soar ao ouvido."

A VOZ DO SILÊNCIO...
M. Blavatsky

"O erro está em confundir amor, desejo e necessidade..."

"Enquanto que existimos no nosso corpo terreno, estamos sujeitos à lei da Natureza que é dualidade; e esta dualidade cria a afinidade entre os complementos separados.
Esta dualidade, que é a base e o mal inicial da Natureza, é também a base da nossa experiência terrestre cuja finalidade é ultrapassar esta mesma Natureza na procura do retorno à Unidade. Ela é a base da nossa cultura de consciência, uma vez que lhe damos a possibilidade da escolha entre as qualidades opostas, entre o que é real ou relativo, bom ou mau para a nossa consciência actual. A dualidade sendo a causa da sexualidade -- portanto, a afinidade entre os complementos -- é a causa do desejo que o ser humano chama amor. O erro está em confundir amor, desejo e necessidade."


in A ABERTURA DO CAMINHO...
I. S. L.

Sem comentários: