"NÃO SOU FEMINISTA, SOU ANTROPOLOGICAMENTE LÚCIDA" Ana Hatherly

segunda-feira, agosto 02, 2010

Coração de fogo...
























"Quem é esta que surge como a aurora,
formosa como a lua, brilhante como o sol, majestosa como um exército embandeirado?"

Cântico dos cânticos...


"...mais doce ainda que o canto da lira
...e mais que o oiro doirada"


Fragmentos - Safo


A TUA IMAGEM

Tenho a tua imagem gravada no mais fundo do meu coração:
olhos internos, fibras e nervos te vêm.

Corre no meu sangue como um rio
e eu deixo-me levar na corrente do teu ser.

Bebo da tua seiva e ergo-me
como a coluna do templo em que és rainha e minha
no mais sagrado altar em que te posso abrigar.

Guardam-me a alma os teus olhos
que me seguem a cada silêncio e a cada gesto.

Queria abraçar-te o ventre e adormecer suavemente a teus pés

Como o pedinte à porta de uma igreja ou o nómada no deserto,
a minha sede de ti é eterna, ó mãe do céu e da terra em que nasci!

rosaleonorpedro

2 comentários:

MOLOI LORASAI disse...

bonito. flui como um rio. só não comungo disso...e ainda bem!

Rosa Leonor disse...

...são diferentes as nossas almas diferentes os nossos destinos...

abraço

rleonor