quinta-feira, setembro 23, 2010

A MULHER PERDIDA DE SI MESMA!


Lady Sophie deixou um novo comentário na sua mensagem
"UMA FORMA DE ELECTRIZAR A MULHER":

Mas que liiiiiiiindo texto!!!

Hoje estou tão... triste... acho que é mesmo essa a palavra!
Na turma, do curso que frequento, somos praticamente só mulheres (apenas 3 senhores)... A sério... é tão frustrante ver a rivalidade entre mulheres (quando a mim só me apetece abraça-las a todas... elas só gostam de me espicaçar!) É triste ver como a mulher está perdida... muito perdida até, devo dizer!
A minha vontade mesmo é distribuir o único livro que tenho, sobre o Feminino Sagrado, (que por acaso é da sua autoria, "Mulheres e Deusas") por todas elas... para que elas pudessem acordar minimamente para elas próprias, em prol das que as rodeiam! Acho que iam ter um grande choque quando descobrissem que não passam de marionetas da sociedade!... Um grande abraço cheio de carinho para si, minha querida, e desculpe o meu longo desabafo. Que a Deusa abençoe todas nós mulheres...
E que as mulheres se deixem ser abençoada por Ela!
Beijo na testa
*

A RIVALIDADE ANCESTRAL DAS MULHERES...

As mulheres dentro deste paradigma falocrático submetem-se ao Sistema sem reservas e são servis com os quadros seja dos Partidos seja dos lobbys para não serem despromovidas...ou "desqualificadas"...

Temos o exemplo CLARO da maldade que foi feita à Ministra da Educação no vídeo divulgado ontem no facebook e que toda a gente acha muita piada, nomeadamente os homens claro, mas não vi nenhuma mulher intelectual ou integrada dentro do sistema defender não digo a ministra, mas a aviltação do seu discurso por mais patético que ele fosse pois qualquer mulher merece mais respeito. E não vi as mulheres "influentes" a manifestarem isso...ficam caladinhas, não vão "eles" fazerem o mesmo com elas...

Por isso as mulheres são pouco ou nada solidárias umas com as outras. A nossa cultura ancestral e católica de inimizade entre as mulheres (a esposa e a "outra") faz com que as mulheres mesmo as que mais sofreram e foram até violentadas, ou espancadas pelos maridos, continuem cegas para si próprias e mantenham essa atitude de competição mesmo que inconsciente com as "outras" mulheres porque é o que se passa desde que se conhecem, seja o ódio à mãe ou à irmã, em competição pelo pai, ou outra forma de rivalidade, a colega que era mais bonita e lhe roubava os namorados... e assim se mantiveram em luta umas contra as outras e pouco se importam com o que se passa de facto com as mulheres à sua volta quando adultas. E é esse antagonismo atávico e serôdio que mantém o Sistema que as oprime e degrada, que as avilta e a usa em benefício próprio apenas.

ASSIM, VOCÊ OLHA E QUER AS NOSSAS ESCRITORAS E JORNALISTAS quer as "nossas" socialistas e outras activistas (dos seus interesses pessoais apenas) pouco se importam na sua habitual competição com a "outra" mulher do que se passa com as mulheres em geral...e elas nem vêm que são coniventes com o falocracismo...e com o Sistema que as despreza a elas mesmas.

Portanto minha querida eu melhor do que ninguém compreendo a sua tristeza pois passei tantas vezes por isso, mas hoje dá-me um prazer imenso pensar que o meu livro está nas suas mãos e de outras mulheres que começam a sentir as coisas de outra maneira...

Obrigada pelo seu comentário e pela força que me dá...
Abraço-a com muito carinho e Amor da Deusa Mãe no meu coração.
Abracemos assim todas as mulheres para que elas possam sentir o nosso amor...

rosa leonorpedro

2 comentários:

Maruska disse...

Ontem, estava à conversa. Alguém afirmou que as pessoas não estão perdidas. De facto, elas estão verdadeiramente AMEDRONTADAS. É o MEDO. Com o Medo não se sabe onde se está e quem é, e nem para onde ir e nem o que se espera.As pessoas encolhem, muitas vezes não estão perdidas, estão completamente apanhadas na jangada do amedrontamento. O MEDO é o fundamento [- não o fundamentalismo, este pode ter sido uma das causas que levou ao MEDO -] das coisas serem como são. Imagine-se uma comunidade sem medo de ser quem é com responsabilidade não pode se perder de si.

Um Beijo.

Lady Sophie disse...

Obrigada querida Rosa! Pela atenção, pela dedicaçao a escrever-me, pelo carinho com que me acolheu nas suas palavras!

Para dizer a verdade eu nao sou o melhor exemplo para falar que as mulheres estão perdidas, porque eu propria me acho perdida e sinto que ainda sou uma novata iniciante do caminho da Deusa e que pouco ainda sei... Mas já me vejo (em dias como o de ontem) meia que "desesperada" com a mulher moderna e "assutada" com o "pequeno" mundo em que vivem. É óbvio que eu também vivo nesse mundo e ainda tenho... bastantes... manias! Mas acho que pelo menos me vou esforçando por melhor... Nem que seja apenas pelo bom senso comum! Acho que mesmo sem todas estas informaçoes a que nos ja temos acesso... há que haver um pouco de humildade! Pelo amor da deusa...

Um abraço cheio da admiração, respeito e carinho.