"NÃO SOU FEMINISTA, SOU ANTROPOLOGICAMENTE LÚCIDA" Ana Hatherly

quinta-feira, janeiro 19, 2012

A MULHER TOTAL...



Uma Mulher é muito mais do que o seu corpo, o seu sexo e o seu ventre ou a sua beleza...
Uma mulher não se define nem se encontra a si mesma por ser mãe apenas ou ser amante...e por ter orgasmos...ou não. Uma mulher é o Seu Coração Inteligente...Ela é o seu Todo e não as partes, nem as suas qualidades, aquelas que a sociedade patrista lhe deu como significado. O de mãe ou amante... o de santa ou de prostituta...Tirou-lhe todo o dom de cura e de sacerdócio, roubou-lhe vestes e paramentos...imito-a nos rituais sagrados mas tapou-lhe o rosto por ela ser pecaminosa e suja...
Esta é a cultura que herdamos dos monges guerreiros que destruiram o mundo pacífico e equalitário em que a Deusa Mãe reinava.
A mulher que precisamos INTEGRAR é a Mulher primordial, a mulher essência, a mulher que dá corpo e voz e alma ao Princípio Feminino. Metada da Humanidade é Mulher. O mundo tem vivido apenas da outra metade Homem que subjuga domina e perverte os valores do femininos que também são seus. O mundo encontra-se em desequilíbrio e em plena inverdade e injustiça, porque foi tirada a mulher a Voz do Útero.
rlp

PORQUE SÓ A MULHER QUE ENCARNA O PRINCÍPIO FEMININO NA SUA TOTALIDADE E SE EXPRIME NA SUA ESSÊNCIA E LHE É CONSTANTEMENTE FIEL É UMA MÃE E UMA PARTEIRA DA CONSCIÊNCIA DO FEMININO SAGRADO PELA SIMPLES IRRADIAÇÃO DA SUA MATERNIDADE INTERIOR, TAL COMO É A AMANTE E A MULHER EM EXCELÊNCIA...  

rleonorpedro

Sem comentários: