terça-feira, julho 17, 2012

DAME NATURE


DAME NATURE

Relativamente à obra alquímica exterior, a Natureza é a força motriz de todas as transmutações, a "energia potencial" das coisas. Do mesmo modo, vem também a intervir na alquimia interior em virtude dessa força primitiva maternal que permite à alma libertar-se da sua existência estéril, existência ferida de fragilidade congénita.
(...)

A natureza é sempre mulher, DAME NATURE, inclusive no seu aspecto terrorífico de grande dragão que serpenteia entre todas as coisas.

 IN ALQUIMIA - de TITUS BURCKHARDT

A "noite escura da alma" - a ausência secular da Anima nas Escrituras e da Mulher oculta pelo tenebroso patriarcado durante milénios resultou na mulher dividida em dois esterótipos antagónicos (esposa e concubina), de onde nascem a prost...ituta e o travesti...e agora como se não bastasse querem meter tudo num panelão...e fazer uma tremenda e macabra mistela...
Quando a Obra nasce do integração dos opostos, sol e lua, simples e limpo...como a Mãe Natura...
 

Sem comentários: