sábado, fevereiro 02, 2013

A destruição da força da Grande Mãe e da Mulher

                  A NOSSA FORÇA É A FORÇA DA MÃE...

 
"LIBERTEM A MULHER FORTE"

A destruição da força da Grande Mãe e da Mulher foi uma das coisas mais criminosas que se registaram em todas as eras e essa destruição contínua foi programada diria em todas as partes do mundo...e não aconteceu só em épocas remotas. Não. Os seres humanos foram desenraizados vezes sem conta das suas origens ancestrais e da sua fé na Deusa Mãe em muitas épocas...Aconteceu uma e outra vez...Na pré-história e na história recente, já dentro do cristianismo, na invasão dos comunistas e na acção dos nazis, em que todos os símbolos da Mãe foram paulatinamente destruídos juntamente com lugares e monumentos, pequenas Igrejas...reservadas já não ao encontro com a Grande Deusa da antiguidade, mas da Nossa Senhora cristã; isso foi feito para nos desligar a nós mulheres da Terra e do Útero, da nossa força interior que Ela representa em nós como da sua força motriz como Mãe e Rainha da Terra.
Por isso hoje, nós mulheres,  tantas vezes sucumbimos sem forças e muitas vezes não acreditamos nas nossas forças vivas porque vivemos num mundo que nada tem de feminino nem de essencial...Fomos despojadas de tudo o que de verdadeiro e íntimo nos ligava a Natureza e a nossa própria natureza profunda. E por chegarmos ao fim da linha do mundo criado pelos padres do deserto e o seu deus pai,  esse deserto nos seca a alma...e o nosso coração está ressequido de tanto sofrimento...
Em quantas eras e em quantas guerras os seres humanos foram perseguidos e a sua fé com eles...sim, deste a mais remota história e até à nossa época, nem há um século...

"Invasões brutais destruíram a essência da Mãe do Mundo, as pessoas se sentem fisicamente "electrocutadas" ao se lembrarem de bandos inteiros de suas sagradas cegonhas brancas chacinadas pelo avanço do exército vermelho de Stalin; ao ver "suas florestas sagradas queimadas , arrasadas, para privar as pessoas de sua gigantescas árvores guardiãs, (...) sua mentes puras estão recobertas com a dor do vidro estilhaçado, do bronze esmagado, do ferro quebrado, da profanação de crianças, mulheres, idosos e famílias.
Suas imagens sagradas foram queimadas. Destroçadas estátuas sagradas que no passado tinham (...). Houve o dilaceramento do tecido simbólico, a conspurcação dos santuários (...). Houve a destruição das centenas de milhares de santuários dedicados à santa Mãe...
(...)
O comportamento irracional de enaltecer os invasores e temer manifestar-se pelo verdadeiro eu pode continuar a transmitir o "ferimento através de gerações", é verdade"
*
 
- e nós sabemos isso...Nós mulheres mais do que ninguém, nós sabemos isso...Fomos nós as mais atingidas directamente, fomos nós as grandes vítimas das bestas ao longo dos séculos...e somos nós ainda que obedecemos e fazemos das nossas filhas servas do homem e do casamento...ensinamo-las a ser fiéis e passivas...a adulá-lo a seduzi-lo, a calar a sua voz...esquecendo tudo o que contra nós foi feito...e ainda não cessou...Eu não quero com isto que nos viremos contra o Homem, mas que compreendamos que somos o elo mais fraco...

Nós sofremos todas ainda do "Síndroma de Estocolmo"; não somos muito diferentes dessas vítimas de abuso e encarceramento...buscamos sempre o abusador o dono estamos e a sempre a defende-lo...ao que nos aprisiona e anula e chamamos a isso amor o que é mais grave...Vemos isso ainda e todos os dias nos filmes e nos romances e nas telenovelas...não podemos ter exemplo melhor do que o sucesso do livro "As 50 Sombras de Gray" que delicia as mulheres...e que fazemos nós?
É por sermos o elo mais fraco neste sistema que temos de lutar com todas as forças da nossa alma para dar voz ao nosso íntimo ferido e ajudar as nossas irmãs a recordar quem são; precisamos todas de nos lembrar quem somos realmente...e resgatar do fundo de nós o valor de uma  Mulher e voltar a Honrar a Nossa Senhora...a Nossa Mãe Eterna.

Vamos acordar para o nosso ser e sermos o Foco da nossa Vida e procurar ser inteiras pedindo a Nossa Mãe que nos liberte e dê força...não contra o homem que é nosso filho também, mas amando-nos a nós próprias e as nossas irmãs...e procurarmos resgatar a nossa essência e a essência e poder da Nossa Mãe Eterna a Grande Mãe, a Rainha de todas nós, essa Mulher Forte que as forças regressivas quiserem abater ao longo de milénios...

Rosa Leonor Pedro
* in LIBERTEM A MULHER FORTE
Clarissa Pinkola Estés

3 comentários:

Filho de Jacó disse...

Maria de Nazaré, o lado feminino de Deus. Jesus Cristo, o lado masculino de Deus
Yang-Yin




Yin: princípio passivo, feminino, noturno, escuro, frio.


Yang: princípio ativo, masculino, diurno, luminoso, quente.



O símbolo que representa o yin e o yang é chamado "Taiji Tu"



Não são o bem e nem o mal, mas apenas energias que existem em cada um de nós. O bem e o mal são apenas conceitos inventados pelo homem quando passou a julgar o certo e o errado.

Segundo este princípio, duas forças complementares compõem tudo que existe, e do equilíbrio dinâmico entre elas surge todo movimento e mutação.
Yin Yang é, na filosofia chinesa, uma representação do príncipio da dualidade de yin e yang, o conceito tem sua origem no tao (ou dao), base da filosofia e metafísica da cultura daquele país.


Maria de Nazaré é o lado feminino de Deus e Jesus Cristo é lado masculino de Deus. Não é fácil aceitar, mas, me foi revelado esse mistério pelo Mundo Espiritual. No princípio da humanidade, Jesus era Adão e Maria, sua atual mãe, era Eva; O Princípio relatado por Moisés. Jesus e Maria são almas gêmeas desde remota evolução; quem não acredita em reencarnação, não pode aceitar essa revelação. Jesus Cristo era relatado pelos profetas como o servo fiel de Deus, porém, ele se apresentou como sendo o próprio Deus. Deus tambem, nas sagradas escrituras, chama a Jesus de servo, entretanto, Deus revelou depois que Jesus e ele eram um só. Maria não foi escolhida para ser a mãe de Jesus Cristo por ter agradado a Deus, e sim porque a sua própria natureza também era divina. Maria, desde o princípio, já estava pre-destinada a ser a mãe do salvador aqui na terra; ela não foi bem-aventurada apenas porque agradou a Deus, e sim, porque ela já era parte de Deus. Assim como Jesus e o Pai eram um só, Maria e Jesus também eram Almas Gêmeas nos caminhos da Evolução e da Salvação de tudo o que existe. Um dia quando o Machismo se acabar por completo, o mundo entenderá esse grande mistério. Deus a tomou por espôsa, não porque se agradou dela, mas sim, porque ela já era parte dele. Ela foi a mãe de Jesus, não por ecolha, mas sim, por já existir com ele desde o princípio. Deus Pai, Deusa Mãe e Deus Filho, a verdadeira Sagrada Família.



Ave Maria da rua
Raul Seixas

No lixo dos quintais

Na mesa do café

No amor dos carnavais

Na mão, no pé

Oh ! Tu estás, tu estás

No tapa e no perdão

No ódio e na oração

Teu nome é Iemanjá

E é a Virgem Maria

É Glória e é Cecilia

Na noite fria

Oh ! Minha mãe, minha filha

Tu és qualquer mulher !

Mulher em qualquer dia

Bastou o teu olhar

prá me calar a voz

De onde está você

Rogai por nós

Oh ! Minha mãe, minha mãe

Me ensina a segurar

a barra de te amar

Não estou cantando só

Cantamos todos nós

Mas cada um nasceu

com a sua voz

Oh, prá dizer, prá falar

de forma diferente

o que todo mundo sente

Segure a minha mão

quando ela fraquejar

e não deixe a solidão

me assustar

Oh ! Minha mãe, nossa mãe

E mata a minha fome

nas letra do teu nome

Aliks disse...

Oi Leonor ... infelizmente a maioria das mulheres preferem 50 tons de cinza ao invés de um único tom de vermelho rubro, que irá lhe trazer a identidade perdida ...

Um grande abraço

Fernanda disse...

Fico triste pelas mulheres, pois também sou uma, mas me considero hoje uma excessão. A maioria dos seres que usam batom não são mulheres na minha opinião, são apenas uma sombra do homem, são seres sem vida própria, a maioria já está morta em vida e nem percebe isso, feliz aquela que reencontra o calor e o amor da Grande mãe, essa sim voltará a sua essência e se tornará uma mulher completa, como hoje eu me sinto, mesmo sendo difícil, o amor de minha mãe é maior e tem me mantido viva e feliz mesmo vivendo num mundo planejado apenas para o homem.