sexta-feira, maio 31, 2013

"E essa lança é a ti próprio que fere.”


 
INTERNO, INTERIOR, ÍNTIMO

"Enquanto o ouroboros continuar dormindo em nós seremos sempre corpos de uma outra cabeça. De cada vez que uma só gota do teu íntimo se escape verás que ela se condensa e de tal modo se adensa que entre ti e aquele que entreviu apenas um só cílio do teu íntimo se erguerá uma grade, uma barreira, uma lança.
E essa lança é a ti próprio que fere.” (...)
 in Sigma - ANA HATHERLY

DA ALMA E DA ESSÊNCIA, AO CORPO SEU REFLEXO E A ALIENAÇÃO NO SEXO...

- Dá-se corpo ao sexo, mas não se sabe dar o corpo à ternura... ao gesto mais puro, ao silêncio da alma. As pessoas “amam-se” quando há pulsão sexual exclusivamente e não se abrem perante o secreto e o sagrado! Por causa do "pecado" têm medos e mentem...não querem sentir o infinito de um corpo quieto, mas a luta e a conquista, a dor do outro! Não se entregam ao amor, mas à paixão desesperada, demente, primária e animal... Querem o espasmo único do prazer num orgasmo ínfimo...
Os corpos tornam-se "objectos" e cada vez mais longe do amor e do sagrado as pessoas violentam-se a elas próprias por esse espasmo e só por isso a maior parte das relações ditas "amorosas" são desregradas...
Desse desregramento se chegou à abjecção e desta à extrema violentação e violação da mulher COMO ALMA e até da criança (à partida símbolo dessa pureza) e assim se verifica a existência de criaturas totalmente aberrantes, manipuladores, dominadores, prepotentes...como os pedófilos e os sádicos ou masoquistas, os carrascos de todo o tipo...e todo o horror de perversões que se tornaram parte de manuais eróticos ou científicos...
A pornografia faz parte dessa mistura em que se divide o ser em órgãos e instintos e deixa de haver qualquer vislumbre de alma, na total perda do Feminino...

2004 - rleonorpedro

Sem comentários: