quinta-feira, julho 18, 2013

SALVEMOS A LÍNGUA PORTUGUESA




Portugal tem sofrido muitos atentados à sua integridade e está a ser seriamente atacado em todas as frentes...

Uma dela é a LINGUA PORTUGUESA

Pela cobardia, ignorância e mediocridade de presunçosos Ministros da Cultura e outros, escritores  e pretensos poetas, usurpadores da PALAVRA,  traindo nomes de autores consagrados, conspurcam a língua materna e traem-na sem escrúpulos, os vendilhões da pátria...
rlp
 

3 comentários:

Teresa Paixão disse...

Minha senhora , argumentos destes usaram os bohers no final do apartheid na África do Sul, antes deles os nazis na Alemanha , antes destes os esclavagistas nos estados Unidos que queriam manter a escravatura e antes ,muito antes as religiões para manterem as mulheres fora do circuito.A senhora certamente sabe que em todas as línguas do mundo já existiram acordos e que na Turquia até mudaram de alfabeto,que em Portugal até 1911 escrevíamos com Y e estou certa que não lhe sentiu a falta.O valor da vida é o único indiscutível, todos os outros são muito pouco valiosos.Escreva como entender no seu blog que ninguém a corrigirá,nem quando escreve "décalage" em vez de espaço de tempo.Mas permita que a língua , tal como imensas outras coisas se modifique, se adapte,retroceda,se invente e reinvente. Vá lá não seja uma "Xata". Joana

Rosa Leonor disse...

Com que facilidade pode perverter de forma tão demagógica o que eu digo...Deve ser muito jovem ainda e se me conhecesse minimamente saberia que nada está mais longe de mim do que esse espírito a que me associa...e para que saiba da sua falta de respeito e conhecimento do outro...e a língua é sobretudo um ser interno, não comercializável e ...que se ama e respeita eu fui muito anos antes do 25 de abril "comunista" ("revolucionária) e tive de fugir a PIDE para não ser presa...Fugi para Paris...daí a décalage...
Qualquer mudança deve ser feita a partir de dentro para fora e a mudança da língua faz-se paulatinamente e cá dentro e não por fora...não temos que nos sujeitar à gíria dos outros povos...quando a nossa realidade é outra...e sobretudo quando ela é feita por políticos fraudulentos e um Governo de direita que a todos os níveis - foi o que quis dizer - destrói Portugal...
Xata serei sempre...

Rosa Leonor disse...

Xata, malgré moi...