sexta-feira, maio 31, 2013

ENQUANTO...



'Shiva diz a Devi:

- Enquanto estiveres a ser acariciada, Doce Princesa, entra no amor como numa vida eterna.'

Rudrayamala Tantra,capítulo Vigyan Bhairav Tantra

"E essa lança é a ti próprio que fere.”


 
INTERNO, INTERIOR, ÍNTIMO

"Enquanto o ouroboros continuar dormindo em nós seremos sempre corpos de uma outra cabeça. De cada vez que uma só gota do teu íntimo se escape verás que ela se condensa e de tal modo se adensa que entre ti e aquele que entreviu apenas um só cílio do teu íntimo se erguerá uma grade, uma barreira, uma lança.
E essa lança é a ti próprio que fere.” (...)
 in Sigma - ANA HATHERLY

DA ALMA E DA ESSÊNCIA, AO CORPO SEU REFLEXO E A ALIENAÇÃO NO SEXO...

- Dá-se corpo ao sexo, mas não se sabe dar o corpo à ternura... ao gesto mais puro, ao silêncio da alma. As pessoas “amam-se” quando há pulsão sexual exclusivamente e não se abrem perante o secreto e o sagrado! Por causa do "pecado" têm medos e mentem...não querem sentir o infinito de um corpo quieto, mas a luta e a conquista, a dor do outro! Não se entregam ao amor, mas à paixão desesperada, demente, primária e animal... Querem o espasmo único do prazer num orgasmo ínfimo...
Os corpos tornam-se "objectos" e cada vez mais longe do amor e do sagrado as pessoas violentam-se a elas próprias por esse espasmo e só por isso a maior parte das relações ditas "amorosas" são desregradas...
Desse desregramento se chegou à abjecção e desta à extrema violentação e violação da mulher COMO ALMA e até da criança (à partida símbolo dessa pureza) e assim se verifica a existência de criaturas totalmente aberrantes, manipuladores, dominadores, prepotentes...como os pedófilos e os sádicos ou masoquistas, os carrascos de todo o tipo...e todo o horror de perversões que se tornaram parte de manuais eróticos ou científicos...
A pornografia faz parte dessa mistura em que se divide o ser em órgãos e instintos e deixa de haver qualquer vislumbre de alma, na total perda do Feminino...

2004 - rleonorpedro

A MULHER INTEGRAL


"O homem é definido como ser humano e a mulher é definida como fêmea. Quando ela de comporta como um ser humano ela é acusada de imitar o macho." - Simone de Beauvoir em "O segundo sexo" (1949)
 

 “ … a questão da mulher e da sua emancipação prende-se no fundo com a questão fundamental de a mulher (e a sociedade em geral) se ter esquecido de quem ela é e, num esforço para se libertar de milénios de subjugação, o feminismo (a quem muito se ficou a dever pelas suas lutas pioneiras) tenha optado pela construção de uma via de igualdade para nós, relativamente aos homens. Assim, ser uma mulher emancipada passou a significar, grosso modo, ter acesso às mesmas profissões, dinheiro, lugares políticos, etc que os homens. É preciso entender isto à luz do desenvolvimento histórico do mundo e dos marcos que determinadas mulheres foram nessa caminhada, não obstante possam reflectir de algum modo as limitações do transitório. Hoje, mais do que nunca, se a mulher não tiver uma autonomia económica mínima ou algum estatuto social, encontra-se facilmente à mercê de uma sociedade discriminatória e injusta para com as mulheres (sociedade patriarchal). Torna-se assim justificável que numa primeira fase de tentativa de libertação, a mulher tenha tentado agarrar o que identificou como o poder do homem. E esse era, foi e ainda é o poder do homem, mas o caminho escolhido pela mulher para a libertação encalhou num erro crasso: o não ter tentado identificar em que consistia afinal o seu poder e o seu legado e, uma vez isso levado a cabo, ter enveredado pelo estabelecimento de um novo estatuto radicado nesse poder. Tudo isto é muito mais facilmente dito do que feito, pois a história da humanidade é feita de avanços e recuos, experimentações goradas e algum sucesso.

Simone de Beauvoir foi um marco como escritora, pensadora, filósofa, activista e ficará para sempre na história do feminismo. Ela é datável, porém. O mesmo já se não pode dizer de Clarice Lispector, por isso não concordo que fales de ambas em paralelo. A profundidade, clareza, liberdade e mística do seu pensamento e sentir, desligados dos guiões sociais de qualquer época, catapultam-na à eternidade. Clarice é um farol na noite escura, pois tendo permanecido intrinsecamente feminina, permitiu-se quebrar todas as barreiras e preconceitos na sua escrita, na busca corajosa de uma verdade essencial na vida e em si própria. O facto de a sua obra estar a passar por um renascimento tem a ver com o facto de os jovens (que buscam novos valores) e de os não tão jovens tentarem ainda resgatar algo de valioso e essencial em si mesmos, se identificarem com a sua coragem e lucidez, encontrando nela um exemplo como há poucos hoje em dia.

A tua ideia da mulher cindida em duas, que é muito válida e teve o seu momento histórico, aplica-se menos e menos a meu ver, pelo menos no mundo ocidental. Eu falaria mais na mulher perdida em si mesma, dividida entre estereótipos e valores de uma sociedade em decadência, normótica e robotizada, em que o dinheiro, o sexo pelo sexo, os objectos que conferem estatuto e uma insana fixação na superioridade da beleza física (estereotipada) e da preservação da juventude a qualquer custo, constituem os grandes objectivos.

Ser mulher integral, a meu ver, passa pelo assumir de quem se é (corpo, alma, espírito) na verdade e na diferença e da nossa soberania pessoal, únicas referências distintivas e marcantes, num mundo que vive à superfície e sem norte válido.
Claro que a mulher e o homem são ambos por definição ser humanos terrestres, ça va sans dire, chère Simone!
O que está em causa é, sempre, num caso e noutro, que tipo de seres humanos, com que consciência, etc... Meia volta e estamos no mesmo.”
Mariana Inverno
«««««««««««««

 ADENDA:
Não poderia deixar de estar em acordo com a minha amiga que fez algures este comentário a um texto meu. Contudo e em relação ao 3º parágrafo, quando ela diz que a questão da cisão da mulher em duas se aplica menos a nossa sociedade ocidental e que falaria antes de uma “mulher perdida em si mesma, dividida entre estereótipos e valores de uma sociedade em decadência”, eu afirmo, pelo contrário, que a questão é a mesma de sempre e não um mero sinal de uma sociedade em decadência…pois esse “estar perdida de  si”  já parte dessa divisão psíquica ancestral e central, dessa divisão social das duas mulheres e que hoje, nestas sociedades ditas modernas e civilizadas, de mulheres “emancipadas”, nós pensamos que já não existem. Mas é essa mesma divisão, visível a olhos nus, mas não consciente na mulher moderna, assim como na antiga, que foi branqueada pela cultura em geral que se abre em leque e se projecta nos vários estereótipos de uma liberdade ilusória com que a mulher se identifica, mas que no fundo ela continua desconhecendo, indiagnosticável essa sua divisão inicial, que são afinal os dois principais estereótipos ou diria mesmo “arquétipos” da mente feminina - o da santa e o da puta…da virgem e da pecadora, da esposa e da concubina – que no fundo se mantêm inconscientes e interiorizados, e fazem essa confusão do Ser mulher e a impedem de ser uma mulher integral.

RLEONORPEDRO
 

quarta-feira, maio 29, 2013

UMA IMAGEM TERRÍVEL

 
 
 
UMA MULHER PERDE AS SUAS  NADEGAS, PERNAS E BRAÇOS POR INJECTAR-SE COM SILICONE INDUSTRIAL 
 
O horror a que as mulheres se submetem por um ideal de beleza ou por não gostarem dos seus corpos. Acontecem imensos casos destes em todo o mundo, sobretudo com a silicone nos seios e das próteses usadas por milhares de mulheres também baratas. A imprensa não divulga estes casos porque as indústrias e mercados do ramo pagam-lhes para que o não façam, usando-a  para a sua promoção e  divulgação...
 
 
"Dolor, infección, gangrena y amputación, esas fueron las consecuencias que tuvo que soportar Apryl Michelle Brown de 46 años de EE.UU. Ella sólo quería aumentar el volumen de sus nalgas y eso la impulsó a comprar silicona en el mercado negro.
La mujer, madre de dos hijas, trabajaba como peluquera y un día en 2004 una de sus clientas contó de lugares donde inyectaban silicona muy barata. Brown, que desde su juventud sufría mucho por su 'trasero de tabla', soñaba con unas nalgas grandes. "En una fracción de segundo tomé la decisión de que iba a ir donde esta mujer y dejarle inyectar silicona en mi trasero", dice la estadounidense.

Pagó 1.000 de dólares por dos inyecciones, que fueron aplicadas en una casa, no en un hospital. "Yo no hice ninguna investigación. Una combinación de ingenuidad, confianza fuera de lugar y la inseguridad me llevaron a tomar esta decisión desastrosa", explica la mujer.

Resultó ser que el líquido inyectado no era silicona para uso estético, sino sellador de baño o silicona industrial."
(...)

Texto completo en: http://actualidad.rt.com/sociedad/view/95782-inyeccion-sellador-bano-silicona-eeuu

Isto não é uma Burka…



ISTO NÃO É UMA BURKA...
...é a sugestão de uma coleira...uma corrente...
é um açaime...

Não, isto não é uma burka. Isto é a Moda Ocidental…e não é por acidente…
A Moda é a Burka da mulher moderna e ocidental que se julga muito livre e que pode escolher…mas a Moda…é de um modo geral, uma imposição social e económica com fins lucrativos e que sistematicamente, todos os dias e a todo o momento, lhe é imposta à força pela publicidade e pelos Media…onde a mulher é continuamente bombardeada e explorada nas suas fragilidades, frustrações e complexos, induzida a comprar a roupa e os cremes e também as “operações estéticas”, para ficar com as medidas certas, e que os estilistas gays fantasiam para as mulheres e que eles há muito, por ódio inconsciente e inveja, "mutilaram" e a quem “cortaram”, os seios as ancas e as nádegas…

Os seres que desfilam nas passerelles não são Mulheres…são travestis de homens, “mulheres meninos”, dizem-nas “andróginos”, mas estão muito longe de o serem…e o que elas reflectem é esse ódio inconsciente dos homens e o seu medo da Mulher autêntica, numa amostra de mulheres raquíticas, na anulação apagamento da mulher-mulher, da mulher que tem ventre, da mulher de seios abundantes, da mulher desmedida e forte e selvagem que nunca se submeteria a esses padrões de estética misógina… que as reduz a cadáveres ambulantes…

Assim, da mesma forma que a mulher oriental anda toda tapada de burka…as mulheres ocidentais andam quase nuas, “vestidas” ao gosto dos homens, como esta imagem, de açaime, e que as exploram em todos os sentidos e as desprezam tanto quanto os muçulmanos fundamentalistas, talvez estes até menos, às suas filhas e mulheres…Claro, dir-me-ão que as mulheres ocidentais não são apedrejadas…nem chicoteadas…em público, nem enterradas vivas por infidelidade…mas o que é afinal o feminicídio, a violência doméstica e o achincalhar continuo da imagem da mulher a todo o transe, nas ruas, na publicidade à cerveja…aos carros, na televisão e nos filmes e telenovelas?

O que é então a pornografia que expõe as mulheres à degradação dos instintos mais baixos, viciadas do sexo, em filmes de horror e mau gosto, e que ainda são exploradas ao vivo por máfias que as compram nas partes do mundo mais pobre e depois as vendem por toda a Europa, para o “prazer” dos nossos irmãos pais e maridos ou mesmo filhos?

Ah, eu sei, mulheres…vocês não querem ver a esta realidade…continuam a querer ser a mulher ideal dos romances de cordel ou a princesa dos contos de fadas, ou ainda “a prostituta” moderna… a doméstica convertida em fatal, com a ajuda da "mala vermelha"...ou como “a mulher de vermelho”,  aquele filme com o Richard Gere… ou outra treta qualquer…que nos impingem...
Porque isto, esta realidade está muito bem disfarçada e embrulhada de papel as cores estilo arco-íris, e é a nossa distração da nossa miséria diária  e televisiva...

Português:
AÇAIME: aparelho de couro ou de metal que se põe no focinho dos animais para não morderem ou comerem · mordaça.
FEMINICÍDIO: morte de mulheres pelos maridos e amantes.

terça-feira, maio 28, 2013

SEM MÃE, NÃO HÁ HUMANIDADE.

 
 
 
A BESTA HUMANA - O HOMEM SEM MÃE...

O homem que não tem mãe, que não foi amamentado, que não está em ressonância com a Vida desde o seu nascimento, que não foi amado e que submete pela força a mulher, a mãe e a Natureza, o que acontece principalmente aos homens das cidades, mas também a todos os filhos em geral de pais alienados da essência feminina, acabam por não ter uma relação verdadeira com ninguém, acabam por não sentir afecto nem sequer pelos animais, e por isso nada têm para dar e tudo o que fazem na vida é sacar aos outros e destruir tudo o que têm pela frente. Domina-os a sede de poder e ódio, pela falta inicial do amor da Mãe, pela falta da iniciação amorosa da mulher…
E este é o cenário de uma sociedade falocrática, masculina, sem Deusa nem mãe, sem consciência alguma do feminino sagrado, que só forma seres predadores, desde os “primatas” aos consumidores do século XXI e que se tornou muito óbvio nas nossas sociedades modernas…Desde ditadores a assassinos em série...os "grandes filhos da mãe" e os "filhos da put..." não são mais afinal do que apenas os filhos sem mãe...os filhos das mães desprezadas ou violadas nas guerras...
E o que vimos no mundo e continuamos a ver pela constante destruição e guerra contra populações inocentes é a imagem do que construíram os homens do poder patriarcal, os homens do único deus, o “deus pai”, que arrasaram civilizações inteiras pelo seu desejo de poder pessoal e de riqueza, desde há milhares de anos.
Do princípio da nossa civilização até aos nossos dias os cenários de destruição e guerra não mudaram nada. Apenas os meios de destruição, as armas e as bombas são mais "eficazes" do que as espadas, espingardas e os canhões...
Para que isso chegasse ao horror dos nossos dias e aos holocaustos sucessivos, os homens basearam-se nos seus apregoados Filósofos, políticos, escritores, pensadores e cientistas que pertencem todos a esta raça de homens sem mãe… e o que eles fizeram ao planeta e à natureza está agora à vista de todos…

rlp
 

NÃO HÁ SANTOS NEM SALVADORES DE CRIANÇAS

 
 
"A família materna era a única transição possível da etapa do matrimónio de grupo nas tribos mais recentes e melhorada nas casas das famílias paternas polígamas e monogâmicas. A família materna era natural e biológica; a família paterna é social, económica e política." 
 
in pag. 933 Livro de Urantia
 
 
NÃO HÁ SANTOS NEM SALVADORES DE CRIANÇAS...
O ódio à mulher, a violência doméstica, os abusos e os desvios sexuais de toda a ordem assim como a pedofilia...têm as mesmas raízes...a falocracia. É o poder falocrático, o poder patriarcal, cujo sistema de valores se baseou sempre no controlo do mais fraco e considerou a mulher e as crianças propriedades suas...
A família e o casamento foram sempre um meio de controlo da organização das sociedades patristas e o Homem foi sempre o dominador-predador.
A Democracia, nem nenhuma sistema político económico,  não alterou nunca o Sistema de domínio dos mais fracos ou mais pobres, apenas simulou as leis de igualdade e fraternidade entre homens - e chegámos aos "Direitos do Homem" dentro do mesmo espírito da lei...mas que não se cumprem.
Não me venham agora dizer que há "santos e salvadores" gays e outros, de crianças...comecemos então pelos padres...que são de há muito os pedófilos quase por inerência...
O drama essencial das sociedades patristas e falocráticas reside no ódio e no medo da MULHER-MÃE! São sociedades sem Feminino, sem dimensão do Sagrado Feminino.
Só a Mãe e a Mulher poderão dar à criança a dimensão do verdadeiramente humano - homem ou mulher, quando não houver o domínio ou a supremacia de um sexo sobre o outro.
rlp 

segunda-feira, maio 27, 2013

A PATERNIDADE FALSEADA...

 
 
OS FILHOS NASCEM DAS MÂES...

Este anúncio é FALACIOSO e além do mais muito PERIGOSO.
As crianças não são melhor tratados por homos do que por heteros...
As crianças não são abandonados por héteros...nem pelas mães...
 
AS CRIANÇAS nascem das mães e SÃO FILHOS/AS de pai e mãe...MAS são as Mães, essas sim,  que são mal tratadas pela sociedade e que quando não têm condições de suportar os filhos  são abandonadas pelo Estado e pelo homens - todos eles, homo ou hetero - irresponsáveis, que tendo a seu cargo a família e a abandonam e às mulheres, muitos por serem gays....
 
As mulheres são abandonadas PELO SISTEMA FALOCRÁTICO ou pela sociedade que não dá qualquer apoio às mulheres sós ou mães solteiras, ou ainda pelos maridos. O Estado prefere roubá-los às mães pobres e desgraçadas (drogadas e desempregadas) para as suas instituições ou dá-los em adopção a quem não os ama, mas faz de conta, do que criar condições para as mulheres manterem os filhos com dignidade.
Esta é que é a verdade.
rlp
 

A MULHER COMO MULHER INTEGRAL..

 

 
Ela é mais do que um ser humano...ela é Mãe...da Humanidade.
"Não se trata para a mulher de se afirmar como mulher, mas de se tornar ser humano na sua integridade." - Simone de Beauvoir 
NÃO?
Esta frase, supostamente de Simone de Beauvoir, embora a um certo nível eu a atenda, contraria em absoluto a minha ideia...e a realidade da mulher.
Que mulher é essa que não precisa de se afirmar como mulher? Sim, a mulher é um ser humano antes de tudo, ou devia sê-lo, só que não é tratada como tal e ainda hoje na maior parte dos países e culturas, a mulher é tratada como um ser inferior e é vítima das maiores atrocidades, seja no Congo, seja no Irão, seja na India seja onde quer que seja afinal de contas. E mesmo a mulher ocidental, que se julga mais livre do que é realmente, será que ela sabe o que é ser a Verdadeira MULHER na sua dimensão profunda e ontológica? Não. Simone de Beauvoir era existencialista, de facção marxista e ateia tal como seu marido e mentor J. Paul Sartre.
A questão é que à partida a escritora está a pensar na mulher submetida aos padrões masculinos, neste caso, e à época, subserviente ao homem ou então a imagem estereotipada da mulher fatal, a prostituta etc. e portanto a autora, como uma mulher francesa, saída da última guerra, uma intelectual e mulher de um filósofo, quereria uma mulher que fosse acima de tudo tratada como um SER Humano...e sem necessidade de se afirmar como mulher...porque ela de facto não via nem sabia QUEM ERA A MULHER-Mulher, sendo uma mulher do pensamento formada pela mente objectiva e masculina, bastante longe da sua própria intuição. Não estando ligada as forças telúricas nem a sua subjectividade feminina, relegando-a obviamente para o campo das crenças etc. não sabia quem ela era no fundo de si mesma; e ela, tal como Virgínia Woolf e Clarice Lispector, escritoras ditas "feministas" (no caso de Clarice não podemos  nunca, pela temática dos seus livros, considerá-la feminista, mas mesmo assim não deixou de deixar a sua marca enquanto mulher que de alguma forma se busca a si própria)  de grande relevo na nossa literatura de hoje, nenhuma delas soube ou se apercebeu da grave cisão da mulher antiga e moderna, luta interior entre a mulher sensual e amante por um lado e por outro a esposa e a mulher fiel, coexistindo dentro de cada mulher em forma de conflito existencial... Simone de Beauvoir foi a seguidora e companheira de Sartre. Penso eu que ela não se pensou a si...como mulher, mas sempre como mulher complemento, em função do amor do homem ou da família/sociedade, creio eu. Já Virgínia Woolf e Clarice Lispector, debateram-se mais como mulheres em busca de sentido em si mesmas. Elas andaram a roda do sentimento de falta ou de falha, de indefinição de si, divididas entre o casamento e a escrita, entre o sofrimento complexo e estranho de um vazio profundo, não encarado como um vazio da mulher em si, mas de mulheres face ao privilégio dos homens e a sua autoridade no mundo e as suas dificuldades em se afirmarem só como mulheres, e as suas questões mais próximas dessa indagação da mulher em si que foram levadas pelos críticos e leitores para o campo da metafísica ou da religião - elas debateram-se assim mais como mulheres face a uma sociedade masculina e de valores masculinos onde intelectualmente eram bem vistas, do que face a busca de uma identidade integral do que é ser mulher, pois a ideia da mulher era aceite ser uma ou outra…sem que a mulher se questionasse do porque dessa divisão das mulheres em duas espécies de mulheres…
 A cisão das duas mulheres, a santa e a puta, Eva e Lilith, ou Maria a Mãe e Maria Madalena a pecadora...e como essa divisão cindiu de facto a psique feminina e fez da mulher ao longo dos séculos um ser metade, um ser fragmentado, forçada a ser ora uma ora outra...cumprindo um destino que a fazia ou esposa adorada ou prostituta odiada... e sem que a sociedade, os filósofos e os psicanalistas ou mesmo as mulheres de cultura se tivessem apercebido de como essa cisão exterior se interiorizou nas mulheres e as fez sofrer horrores ao longo de séculos. Mas o mais grave é como isso se repercutiu na história dos Homens e na vida das famílias e como teve influência nas gerações seguintes e mesmo actualmente como tudo, mesmo parecendo que não, continua mais ou menos - o pano de fundo do inconsciente colectivo - na mesma!
A minha questão é nova e única, talvez...mas leva-nos a esta pergunta crucial: tem a mulher consciência da sua divisão? E não tendo tem ela consciência do que é SER MULHER antes de se tornar um ser humano...sim, porque na verdade a mulher dividida nunca foi tratada como um ser humano...mas antes de ser um ser humano integral, não seria conveniente então a Mulher tornar-se A Mulher Integral?  E assim, não diríamos antes ao contrário de Simone de Beauvoir, que a mulher para ser  um ser humano precisa antes de mais de se afirmar com MULHER? 
Sabemos nós que  a Mulher antes de tudo o mais o que precisa é de saber o Valor intrínseco de uma Mulher Inteira? Não ser mais a amante por um lado e a esposa por outro? A mulher casada e séria e a mulher vadia e ou mãe solteira? Até quando vai a mulher aceitar esta divisão que recai sobre ela hoje das formas mais variadas…no caso das casadas da violência doméstica e nos assassinatos das mulheres pelos amantes e maridos que as consideram ainda sua posse, ou no caso das Mafias de exploração sexual  e no tráfico de meninas e mulheres no mundo inteiro?
São as mulheres Seres Humanos? Não, enquanto não forem Mulheres Inteiras não serão. PORQUE NENHUM SER HUMANO É SER HUMANO ENQUANTO A MULHER NÃO FOR  UMA MULHER INTEGRAL.
 rlp

 

sexta-feira, maio 24, 2013

A MULHER E ...


A ESSÊNCIA DO FEMININO
(...)
É preciso considerar que a essência ou princípio feminino NÃO PODE SER ENTENDIDA ATRAVÉS DE UM ESTUDO INTELECTUAL OU ACADÉMICO. A ESSÊNCIA ÍNTIMA DO PRINCÍPIO FEMININO não se permite tal ataque, o sentido real...
da feminilidade sempre escapa ao interrogador directo. Essa é a razão pela qual as mulheres são misteriosas para os homens – isto é, para o homem que persiste em tentar compreender intelectualmente a mulher. In OS MISTÉRIOS DA MULHER de M. ESTHER HARDING 
«««««

"A compreensão relacionada com o feminino não se dá por um ato do intelecto. É o coração, e não a cabeça a sede da consciência matriarcal. No entanto, como as percepções estão conectadas com o ego, não podem ser consideradas inconscientes. A compreensão acontece por uma abertura afetiva a um novo conteúdo que, assimilado pela totalidade da pessoa, provoca uma alteração global e não apenas intelectual da personalidade. O feminino, com seu caráter restaurador (pois enfatiza a quietude, a tranqüilidade, o mistério), está ligado às qualidades noturnas. A força regeneradora do inconsciente atua em segredo e permite que nos aproximemos dessa dimensão, às vezes assustadora, da escuridão, através da suavidade da feminino. Para desabrochar com segurança, o crescimento, a regeneração, a transformação, precisam das qualidades femininas do silêncio, da paciência, da receptividade."

Vera Lúcia Paes de Almeida

O QUE É UMA MULHER?


 
 
DIÁLOGO IMAGINÁRIO ENTRE VIRGÍNIA WOOLF E CLARICE LISPECTOR.…



 - "O que é uma mulher? Eu lhes asseguro, eu não sei. Não acredito que vocês saibam. Não acredito que alguém possa saber até que ela tenha se expressado em... todas as artes e profissões abertas à habilidade humana.” - Virginia Woolf

- Você tem razão Virgínia, "É curioso como não sei dizer quem sou. Quer dizer, sei-o bem, mas não posso dizer. Sobretudo tenho medo de dizer porque no momento em que tento falar não só não exprimo o que sinto como o que sinto se transforma lentamente no que eu digo." *

- Sim eu lhe digo: “A mulher não está sabendo, mas ela está cumprindo uma coragem. A coragem da mulher é a de não se conhecendo, no entanto prosseguir, e agir sem se conhecer exige coragem”. *
Clarice Lispector
 


AS citações são obviamente das autoras: eu limitei-me a acrescentar uma frase e inventei o diálogo...
rlp

quinta-feira, maio 23, 2013

NÃO ESQUEÇAMOS...


Todas nós, mulheres, há muito fomos enterradas.
Seu pai me enterrou; sua avó,
sua bisavó, todas fomos enterradas vivas.


MIA COUTO

No livro "A Confissão da Leoa"

LER SOBRE LILITH



O Grande medo da Mulher ...

É preciso ler com cuidado o que se ler sobre Lilith: as mulheres frágeis e ainda influenciadas pelo espírito dos patriarcas, formadas nas suas escolas, entregues aos seu mentores e anuladas na sua essência, ficarão com mais medo de si e do seu fundo que escondem há dezenas de anos...

É preciso não nos deixarmos enganar nem ficar a pensar como eles...pois é essa a Sombra que a mulher carrega consigo e o peso que a atormenta e castiga de um mal que não cometeu e portanto sem a clarificarmos nunca mais nos libertaremos da canga de nomes com que nos qualificaram, de demónios, bruxas e súcubos, de sujas e imundas conforme o seu vocabulário nos nomeou; a forma como eles ao longo dos séculos degradaram a imagem da mulher e a conspurcaram de todas as aviltações, como se as mulheres fossem as causas de todos os males...
Todas as deusas e a Deusa Mãe foram convertidas em demónios ou santas, nem Hecate escapou...todas as sacerdotisas da deusas foram transformadas em prostitutas..."sagradas"...
 

É essa a Sombra da mulher que temos de resgatar com Consciência plena, com vontade e determinação. Sem medo do pecado...sem medo do que nos pesa ainda e amarra a todos os mitos e tabus que os homens criaram para destruir a Mulher na sua essência e de quem sempre tiveram medo pelo seu poder interior de Mãe geradora e amante iniciadora...
Assim ao lermos o que se refere a Lilith seja onde for temos de ter discernimento e pois assim podemos ter uma pálida imagem do que os doutos e santos da Igreja propagaram sobre Ela, a Mulher Primordial...nascida antes de Adão...e igual a Deus...pois era Ela a Deusa INICIAL...a Deusa antes de Deus?

Resgatar Lilith nos nossos dias não é tentar corresponder ao que disseram sobre nós esses padres nem o que as religiões pregaram e até mesmo os esotéricos (contemporâneos) que fazem de nós...eternas luxuriosas, demónios, sedutoras e assassinas de crianças (o que fazem os padres pesar às mulheres que abortam?) culpadas da ordem familiar e do fim da paz dos lares, ameaça perigosa e fatal para o homem...
Não, não é pela sexualidade desenfreada e libertina nem pela associação ao vampirismo e grupos góticos que continuam a destorcer a sua imagem e nossa imagem, afinal a dar crédito aos velhos patriarcas que nos difamaram...que resgatamos a Mulher ancestral. É na Consciência da Mulher inteira, da mulher autêntica, aquela que nasce de si mesma e desperta para a deusa dentro de si...e não apenas fora.
rlp

quarta-feira, maio 22, 2013

QUANDO AS MULHERES ERAM AMADAS...

 
QUANDO OS HOMENS ADORAVAM...

 
 
"Que medo, meu Amor, deste mundo tamanho, com cordilheiras de sombras e Noites sem Luz: tenho frio, meu Amor, e os teus olhos estão iluminando outros horizontes que eu não vejo.
Socorro meu Amor!
Olha-me; que a...
Noite é negra, tenho muito frio, muito medo da Noite tão negra em que me perco!
Há fantasmas na Noite, larvas disformes que o teu olhar alindava e vestia de Luz; não fujas, meu Amor, com os teus olhos, ai! não adormeças, meu Amor, que as larvas se levantam e vão povoar o Mundo..."


in ADORAÇÃO de LEONARDO COIMBRA
 

CONFIRMA-SE A FRAUDE...

"O anúncio de Angelina Jolie se submeter a uma dupla mastectomia (remoção cirúrgica de ambos os seios), mesmo que ela não tenha câncer de mama não é algo inocente, espontâneo, nem ”uma escolha heróica“, como foi retratado na mídia mainstream.

Natural News percebeu que tudo coincide com uma bem-cronometrada campanha corporativa com fins lucrativos que foi sendo planejado durante meses e só aconteceu de modo a coincidir com a próxima tomada de decisão da Suprema Corte Federal dos EUA sobre a viabilidade da patente sobre o gene BRCA1…

Angelina Jolie é parte de um esquema empresarial inteligente ( e DIABÓLICO) para proteger e gerar bilhões de dólares em patentes de genes BRCA1, e para influenciar a decisão do Supremo Tribunal dos EUA (uma opinião)."

(...)

Leia mais: http://www.libertar.in/2013/05/esquema-farsa-por-tras-da-atitude-de.html#ixzz2U1BL7nzr

O ESVAZIAMENTO DAS MULHERES

 
 
 
O CÁLICE VAZIO...

Nos nossos dias as mulheres deixaram-se esvaziar de tudo...não só do útero e dos ovários e dos seios...
 
AS MULHERES PERDERAM TAMBÉM A SUA INTUIÇÃO...

Elas foram paulatina e totalmente esvaziadas de si ao longo dos séculos chegando ao extremo agora de serem esvaziadas não só das suas entranhas como  de um coração inteligente, de discernimento ou mesmo de vontade própria para se comprazerem com estereótipos, ídolos e imagens e mitos de mulheres fictícias que a-bunda-m por aí...e quase não vale a pena pensar por elas aqui...cada vez são menos as mulheres que se interessam por elas verdadeiramente e pela sua essência.  
 
Os nossos dias, são marcados pela  ciência do horror em que  as mulheres mutilam-se no seu corpo por desprezo de si, em busca de uma beleza ideal, por pura ignorância e sem qualquer amor próprio...arrancam partes de si vivas...como se fossem trapos para os trocar por silicone e borracha...estes são os dias de destruição do que resta de sagrado, do que resta do templo vivo que é o corpo da Mulher...e onde o Homem nasce. 
 
rlp

segunda-feira, maio 20, 2013

O UNIVERSO INTEIRO



''Na mulher que amamos, amamos o Universo inteiro. E para que os lábios da mulher amada nos digam todo o sonho disperso, toda a humildade, toda a dor e ansiedade do Universo, é preciso que o nosso coração tenha inundado todas as cousas e delas tenha recebido toda a beleza interior, toda a bondade latente.''


Leonardo Coimbra

SENHORA DA APARECIDA



 Adormeceram as águas, fizeram silêncio as almas, e, sobre as ondas do grande Mar do silêncio, caminha para nós a serena Aparição da tua figura.
(…)
E, como sobre uma multidão que espera a manhã para transpor o rio que os há-de salvar do inimigo, flutua de asas abertas o seu próprio sonho de resgate, assim, sobre o mundo e as almas, o grande lenço branco da despedida se fez asa, protecção, carinho, sonho, êxtase, e é o manto que te cobre, e às almas, oh minha virgem, minha Senhora da Aparecida!
*
leonardo coimbra

OS FILHOS SÃO FILHOS DAS NOSSAS ENTRANHAS...

 
 
 
SÓ A MÃE É MÃE...

Contrariamente a lo que se supone, los bebés deberían ser cargados por sus madres todo el tiempo, incluso y sobre todo cuando duermen. Porque se alimentan también de calor, brazos, ternura, contacto corporal, olor, ritmo ...
cardíaco, transpiración y perfume. La leche fluye si el cuerpo está permanentemente disponible. La lactancia no es un tema aparte. O estamos madre y bebé compenetrados, fusionados y entremezclados, o no lo estamos. Por eso, dar de mamar equivale a tener al bebé a upa, todo el tiempo que sea posible. No hay motivos para separar al bebé de nuestro cuerpo, salvo para cumplir con poquísimas necesidades personales. La lactancia es cuerpo, es silencio, es conexión con el submundo invisible, es fusión emocional, es entrega.

Es verdad que hay que volverse un poco loca para maternar. Esa locura nos habilita para entrar en contacto con los aspectos más genuinos, inabordables, despojados, salvajes, impresentables, sangrantes de nuestro ser femenino. Así las cosas, que nos acompañe quien quiera y quien sea capaz de no asustarse de la potencia animal que ruge desde nuestras entrañas.


(...)
Laura Gutman

O MEDO DO CANCRO CONTROLA AS MULHERES...

 
O CONTROLO DAS MULHERES
PELO MEDO DO CANCRO...

Porque será que as mulheres têm tanto medo do "julgamento" como do PECADO?
A reacção "humanitária, caridosa e solidária" perante uma fraude e de uma denuncia lucida por parte de QUEM EXERCE O SE
U DISCERNIMENTO diante da utilização fraudulenta de um acontecimento mediático que envolve uma actriz controversa e um aproveitamento do seu nome pela Industria macabra que É a de uma "ciência" de morte que visa o aproveitamento das mulheres, criando o medo da doença e sem escrúpulos de as mutilar, e que ao ser denunciada traz tanta "piedade" e tanta sentimentalidade" nas mulheres quando são elas próprias as suas maiores vítimas?
Sim, isso eu não compreendo, a não ser vendo até que ponto as mulheres estão esvaziadas, não só de útero, ovários e mamas...mas também de alma e de coração inteligente!
AS mulheres reagem assim por medo e por culpa e porque foram uma vida inteira e são ainda hoje, mais do que nunca, manipuladas para serem usadas e esvaziadas de si mesmas.

rlp
 

sábado, maio 18, 2013

A GRANDE FRAUDE E A GRANDE HIPOCRISIA DESTA SOCIEDADE

 
O TERROR MÉDICO em acção:
um "novo filme de terror" de Angelina Jolie - parte de um esquema empresarial inteligente para proteger bilhões de dólares em patentes de genes BRCA

de Ana Brito (Notas) - Sábado, 18 de Maio de 2013 às 17:26
A seguir, na íntegra, a tradução automática do google:

**Anúncio de se submeter a uma dupla mastectomia (remoção cirúrgica de ambos os seios), mesmo que ela não tenha câncer de mama (NaturalNews) Angelina Jolie não é inocente, espontâneo, "a escolha heróica", que foi retratado na mídia. Notícias Natural aprendeu tudo isso faz parte da bem-cronometrada campanha de relações públicas das empresas com fins lucrativos que foi planejado durante meses e só acontece de modo a coincidir com a próxima decisão da Suprema Corte dos EUA sobre a viabilidade da patente BRCA1.

Esta é a investigação, a grande mídia se recusa a tocar. Aqui, vou explicar os laços financeiros corporativos, investidores, fusões, patentes de genes humanos, processos, medo médica fautor e os trilhões de dólares que estão em jogo aqui. Se você puxar a cortina em um presente, você encontra muito mais do que uma mulher inocente exercício de uma "escolha." Trata-se de proteger trilhões de lucros através da implantação de cuidadosamente elaboradas campanhas de relações públicas destinadas a manipular a opinião pública das mulheres .
Os sinais estavam todos lá, desde o início do regime: artigo de opinião empresarial escrita altamente polido e, obviamente, de Angelina Jolie no New York Times, os pontos de discussão cuidadosamente trabalhada invocando "escolha" como palavra-chave politicamente carregada, e o treinamento óbvio, mesmo seu marido Brad Pitt, que cuidadosamente descreve a experiência inteira usando palavras como "mais forte" e "orgulho" e "família".
Mas a arma do crime é o fato de que o anúncio aparentemente espontânea de Angelina Jolie magicamente apareceu na capa da revista People desta semana - uma revista que geralmente é finalizado para publicação três semanas antes de aparecer nas bancas. Essa capa, não surpreendentemente, usa a mesma linguagem encontrada no NYT op-ed peça: "Sua escolha BRAVE" e "Essa foi a coisa certa a fazer." O florido, linguagem pró-escolha não é uma coincidência.
O que isto prova é que o anúncio de Angelina Jolie foi uma campanha de relações públicas corporativas bem planejada com mensagens cuidadosamente trabalhada concebidos para influenciar a opinião pública. Mas o que poderia Jolie estar tentando influenciar?
... Como sobre trilhões de dólares em lucros das empresas?
Próximos EUA decisão Supremo Tribunal pronunciar-se sobre a viabilidade de patente para o gene BRCA1
O anúncio de Angelina Jolie e toda a sua linguagem cuidadosamente trabalhada tinha quatro impactos imediatos notáveis:
1) É causada mulheres em toda parte a ser pavor de câncer de mama por meio da publicação de falsas estatísticas que levou o medo nos corações de qualquer pessoa com seios. (Veja abaixo a explicação.)
2) É causada mulheres que sair correndo e buscar procedimentos de testes gene BRCA1. Esses testes só acontecerá a ser patenteado por uma corporação sem fins lucrativos chamada Devido a esta patente, testes BRCA1 pode custar US $ 3.000 "Myriad Genetics." - 4.000 dólares cada. O teste só é um mercado multi-bilhões de dólares, mas somente se a patente for mantido em uma próxima decisão do Supremo Tribunal (ver abaixo).
3) fez com que o preço das ações da Myriad Genetics (MYGN) para disparar a uma alta de 52 semanas. "As ações da Myriad fechou em alta de 3% terça-feira, após a publicação do New York Times op-ed", escreveu Marketwatch.com.
4) levou a opinião pública para influenciar o próximo EUA decisão Supremo Tribunal pronunciar-se em favor da propriedade corporativa de genes humanos (ver mais abaixo).

Mulheres de todo o mundo estão sendo enganados em apoio Angeline Jolie, sem ter idéia de que o que ela está fazendo realmente está vendendo as mulheres a indústria do câncer de fins lucrativos. Mas para compreender o que está acontecendo, você tem que cavar mais fundo...

Myriad Genetics vê ações foguete de preços graças a Jolie, e Obamacare vai canalizar bilhões o seu caminho "Sal Lake City-based Myriad Genetics (MYGN) detém a patente sobre o teste que determinou a atriz teve uma chance de 87% de desenvolver câncer de mama, bem como os próprios genes", escreveu MarketWatch.com.
E isso é só o começo. Se a Suprema Corte dos EUA pode ser influenciado para defender a patente da Myriad, isso poderia significar uma indústria de trilhões de dólares em apenas poucos anos seguintes. Ainda mais, a Myriad Genetics é declaradamente "maduro para fusões", segundo a imprensa financeira, porque é parte da indústria do genoma humano super-quente.
"A maior fabricante mundial de testes de DNA e ferramentas de análise, Life Technologies Corp disse que está previsto para ser adquirida pela Thermo Fisher Scientific para um recorde de 13.600 milhões dólares", escreve MarketWatch.com. "A corrida que começou em alta velocidade com mais de 26 anos, está esquentando, com governos e empresas estrangeiras juntando os EUA no financiamento da missão de mapear todos os genomas humanos. E mesmo que a recente onda de fusões e aquisições no espaço genômica tem estimulado os retornos, os investidores ainda têm a oportunidade de lucrar com essa indústria de bilhões de dólares ".
O preço das ações maior do Myriad vai, o mais rentável de uma fusão torna-se por seus atuais proprietários. Então, PR dublê de Angelina Jolie só passou a gerar desconhecidos milhões de dólares em valor para as pessoas que pretendem o monopólio de patentes sobre os genes de câncer de mama que residem nos corpos de mulheres. Coincidência? Dificilmente.
Mandatos Obamacare contribuintes pagam para testes gene BRCA: Ainda outro comunicado do governo para as empresas ricas
Mas aqui está o que é ainda mais torto sobre tudo isso: Você sabe como Obama gosta de falar "livre mercado", mas na verdade se envolve em so-called "compadrio capitalismo" com a distribuição de dinheiro para todos os seus amigos corporativos, de Wall Street e da campanha endinheirados doadores? Parte do Obamacare - o "Affordable Care Act" - determina que os contribuintes pagam para testes genéticos BRCA1!
Myriad Genetics, em outras palavras, está para receber uma colheita em larga escala dos lucros mandatados pelo governo e empurrou para a consciência dominante através de uma campanha de "terror médico" liderada por Angelina Jolie e do New York Times. Você está começando a ver como tudo isso se encaixa ainda?
Isso tudo é uma grande traição corporativa coordenada das mulheres, e está tudo sendo escondido por jogar "o poder das mulheres" cartão os e usando a linguagem "escolha" para manipular mais facilmente as mulheres. Angelina Jolie, lembre-se, é um porta-voz da chave para as Nações Unidas, uma organização já pego envolvido em escravidão sexual infantil e tráfico de drogas. Embora Jolie, obviamente, não é se envolver nesse tipo de comportamento, seu trabalho é influenciar secretamente as mulheres americanas em apoio a uma campanha de lucro das empresas, cuidadosamente planejado, traçado e executado que transforma o corpo das mulheres em lucros.
Aqui está o porquê da decisão do STF coloca trilhões de dólares em jogo ...
Detalhes sobre a próxima decisão do Supremo Tribunal
A ACLU eo Public Patent Foundation entrou com uma ação em 2009, questionando a propriedade corporativa de genes humanos. Quem acredita nos direitos das mulheres, direitos humanos, direitos civis, ou mesmo o direito de comer alimentos não-transgênicos devem concordar de imediato que as empresas não devem ser capazes de patentear genes humanos e, em seguida, usar essas patentes de arrecadar bilhões de dólares em lucros, enquanto sufocante investigação científica sobre esses genes.
Uma pergunta a todas as mulheres que lêem este: Você acredita em uma corporação Utah é dono do seu corpo? Se não, você deve se opor a propriedade corporativa de genes humanos. Isso também significa que você deve se opor a campanha de relações públicas da Angelina Jolie, porque embora ela está executando uma brilhante campanha de relações públicas, nos bastidores suas ações estão alimentando potencialmente trilhões de dólares de lucros diretamente na for-profit humano indústria patenteamento de genes que nega a propriedade seres humanos sobre a sua próprio código genético.
A ACLU explica os fundamentos de sua ação judicial contra a Myriad Genetics, como segue:
Em 12 de maio de 2009, a ACLU eo Public Patent Foundation (PUBPAT) entrou com uma ação alegando que as patentes sobre dois genes humanos associados ao câncer de mama e de ovário, BRCA1 e BRCA2, são inconstitucionais e inválidas. Em 30 de novembro de 2012, a Suprema Corte concordou em ouvir argumentos sobre a patenteabilidade de genes humanos. A ACLU argumentou o caso perante a Suprema Corte dos EUA em 15 de abril de 2013. Esperamos que uma decisão neste verão.
Em nome dos pesquisadores, conselheiros genéticos, mulheres pacientes, sobreviventes de câncer, câncer de mama e de grupos de saúde da mulher, e associações científicas que representam 150.000 geneticistas, patologistas, e os profissionais de laboratório, temos argumentado que os genes humanos não podem ser patenteados porque são produtos clássicos da natureza . Encargos O terno que as patentes de genes violam a Primeira Emenda e sufocar os testes de diagnóstico e de pesquisa que poderia levar à cura e que limitam as opções das mulheres sobre seus cuidados médicos.
Entenderam? Se as regras da Suprema Corte contra a Myriad Genetics, ele irá causar um câncer de mama indústria teste genético multi-bilhões de dólares ao colapso praticamente durante a noite. Isso significa uma perda enorme para não apenas Myriad, mas também muitas outras empresas de genes humanos que querem explorar o corpo humano - incluindo os corpos de mulheres - para os lucros monopolistas. (Todas as patentes são monopólios concedido pelo governo.) Em última análise, trilhões de dólares em patentes de genes corporativos estão em jogo aqui.
Patentear genes humanos é um negócio enorme
Hoje, cerca de 20 por cento dos seus genes já estão patenteados por empresas e universidades. Como a ACLU, explica: "A titular da patente gene tem o direito de impedir que alguém a estudar, testar ou mesmo olhando para um gene. Como resultado, a pesquisa científica e os testes genéticos tem sido adiada, limitado ou mesmo desligar devido a preocupações com patentes de genes. "
Isto significa que quando as corporações possuir patentes sobre os genes humanos, sufoca a pesquisa científica, enquanto a concessão dessa corporação o monopólio sobre a "propriedade intelectual" codificado em seu DNA! (Como criminal é isso? Você decide ...)
O que isto significa é que, se o STF decidir contra a Myriad, seria um precedente que desmontar todo o gene humano patenteamento indústria, afetando trilhões de dólares em lucros futuros.
Isto, creio eu, é a verdadeira razão por trás do anúncio de Angelina Jolie. Parece projetado para invocar reações emocionais das mulheres e criar uma onda de apoio para genes de propriedade da empresa, entregando, assim, essas empresas um precedente Tribunal Supremo que irá garantir trilhões em lucros futuros. É um golpe de relações públicas sem fins lucrativos que tenta enganar as mulheres em apoio a um sistema corporativo de patentes e os monopólios que as reivindicações, agora, de possuir partes dos corpos de todas as mulheres que vivem hoje.
Enquanto a maioria dos meios de comunicação não têm nenhuma pista sobre as questões de patentes em jogo aqui, o Detroit Free Press tomou conhecimento, dizendo:
"A decisão do astro de Hollywood para fazer o teste de um câncer de mama mutação genética, passar por uma mastectomia dupla e, em seguida, escrever sobre ele chama a atenção para um caso pendente no tribunal. Os juízes têm apenas algumas semanas para decidir se patente 'Myriad Genetics nos dois genes que podem identificar um risco aumentado de câncer de mama e de ovário é legal. Os críticos reclamam que o monopólio da empresa deixa-los como a única fonte dos testes de quatro mil dólares necessários para determinar o risco de cada mulher ".
 

Deitado com as estatísticas: o risco de fraude Jolie 87%
Há mais nesta história do que apenas as patentes sobre genes BRCA1 e BRCA2. Angelina Jolie também está usando descaradamente estatísticas enganosas para aterrorizar as mulheres a pensar que seus seios pode matá-los.

No NYT op-ed peça, Jolie diz que seu médico lhe disse que ela tem um "risco 87%" de desenvolver câncer de mama. Mas o que ela não diz é que esse número não se aplica a toda a população: é, na verdade, os dados antigos provenientes quase exclusivamente de famílias que foram documentados anteriormente ter muito elevados riscos de câncer de mama, para começar.
Um estudo publicado no site da National Human Genome Research Institute e conduzido por cientistas do National Institutes of Health revela que corre o risco de câncer de mama associado com genes BRCA1 são significativamente mais baixos do que o que está sendo alardeado por Jolie e os principais meios de comunicação.
De fato, em uma grande sala de 600 mulheres, apenas um terá provavelmente uma mutação BRCA em seu código genético. A incidência real é ,125-0,25 de 100 mulheres, ou 1 em 400 a 1 em 800. I utilizado 600 como a média de 400 e 800.
E de que 1 em 600 mulheres que tem a mutação, o risco de câncer de mama é de apenas 56 por cento, e não 78 por cento como alegado por Jolie. Mas 13 por cento das mulheres sem a mutação BRCA ter câncer de mama mesmo assim, de acordo com a pesquisa científica, para o aumento do risco é apenas 43 de 100 mulheres.
Então, o que nós realmente estamos falando aqui é de 1 em 600 mulheres com uma mutação do gene BRCA, em seguida, menos de metade das pessoas ter câncer por causa disso. Em outras palavras, apenas cerca de 1 em 1.200 mulheres serão afetadas por este
No entanto, graças a pessoas como Jolie e os mercadores do medo mídia, as mulheres de todo o país foram aterrorizados em acreditar seus seios pode matá-los ea melhor maneira de lidar com o problema é cortá-los!
http://www.secretsofthefed.com/exposed-angelina-jolie-part-of-a-clever-corporate-scheme-to-protect-billions-in-brca-gene-patents-influence-supreme-court-decision/

sexta-feira, maio 17, 2013

VEJAM ESTE PEQUENO VÍDEOhttp://youtu.be/_FnWJhbiLPg
 

O CANCRO OU HÁBITOS CANCEROSOS?

A maioria das pessoas tem medo do cancro, imaginado que o cancro mata.
Mas isso é misticismo canceroso.
A cancro não mata nem nunca matou ninguém ao contrário do que diz a medicina equivocada.
O que mata são... os hábitos cancerosos e não o cancro, por isso é que não adianta procurar a cura do cancro, que nunca irá acontecer na história da humanidade.
O grande erro da medicina é a confusão entre causa e consequência, imaginado que a consequência é a causa.
É como imaginar que a causa do incêndio é a cirene e não o fogo.

CURA FATAL

A cirurgia de um tumor canceroso, considerada bem sucedida na realidade não elimina a causa, pelo contrário, tende a acentuá-la, fazendo alastrar a doença pelo organismo inteiro.
Numa cidade que produza muito lixo, se eliminar-mos os contentores de lixo, o lixo vai-se espalhar pela ruas e vai contaminar a cidade inteira.

MENTIRAS DO CANCRO

A supostas células cancerosas causadoras do temido cancro, segundo os mais eminentes especialistas mundias são mais resistentes e fortes que as células ditas saudáveis, e a sua reprodução é muito mais rápida que as células saudáveis, por esse raciocínio os doentes cancerosos deveriam ter uma saúde de ferro e rejuvenescer a uma velocidade inacreditavelmente espantosa.
Mas a realidade é bem diferente, nenhuma célula cancerosa se reproduz. A célula cancerosa faz parte de um tecido morto.
1º As células mortas não se reproduzem.
2º As células mortas não se reproduzem por mitose(reprodução assexuada).
3º Só as células normais se reproduzem por fusão (uma espécie de reprodução sexuada)
O que existe no microcosmos nada mais é que uma replica do que existe no macrocosmos.
 
OBRIGADA  - RUI RATO 

quinta-feira, maio 16, 2013

AVISO AOS CAVALHEIRO E AOS MENOS...


 
ESTE ESPAÇO É DE MULHERES E PARA MULHERES...
 
Tenho este  Blog Mulheres & Deusas (entre outros) e um livro do mesmo nome, escrito sobre e para as Mulheres, exclusivamente. Há mais de 14 anos que o mantenho diariamente activo e nele escrevo o que sinto e o que penso.
Nunca me pronunciei sobre os homens  em geral 
a favor ou contra...salvo nas referências históricas de outros autores, idóneos por sinal, que os possam culpar de alguma coisa contra a mulher...Como é o caso da Inquisição, das ideias absurdas de escritores ou religiosos sobre o feminino, ou do abuso sexual, a violência doméstica, a exploração das mulheres por Máfias, a misoginia e a inveja do útero ou dos seios etc.
Mas nunca ataquei nem interferi directamente com o discurso de nenhum homem nem pretendo fazê-lo. A mim não me interessam os homens que não sejam conscientes de si e do seu feminino e que não tenham uma atitude correcta de respeito profundo pela Mulher e que a ajudem a dignificar.
Sou mulher e é como mulher que sei de mim e de mim e das mulheres sei e me ocupo. Não admito portanto a nenhum garoto, a nenhum homem em geral, que se intrometa na minha análise e considerações do feminino essencial, nem a nenhum machista, intelectual gay ou pretenso moralista, seja de que corrente for que venha cheio de raiva e de forma agressiva invadir o meu espaço seja aqui seja no Blog.
 rlp

 
Comentário deixado por um rapazola armado em doutorzeco no texto sobre Angelina Jolie:

"Quanto desconhecimento: "...depois de descobrir, através de uma série de exames médicos, que era portadora de um gene “defeituoso” (nas palavras da actriz), o BRCA1, e que por causa dele tinha forte probabilidade de vir a desenvolver cancro da mama (87%) e dos ovários (50%)." Mas depois um médico português, presidente da sociedade portuguesa de senologia explica mais detalhadamente : "...«Das pessoas que vêm a desenvolver cancro da mama são muito poucas as que têm um risco tão grande. O facto de se nascer mulher tem o risco de uma em cada sete vir a desenvolver a doença, se viver até aos 70 anos. Estes casos de risco muito elevado são raros, são menos de 5% as mulheres em que há risco de transmissão hereditária», explicou.

Normalmente são pessoas com vários casos na família e com parentescos diretos e que, por isso, são seguidas numa consulta de risco familiar, onde são estudadas para verificar se têm alteração dos genes BRCA1 e BRCA2."
Quero eu apenas dizer que existia uma razão médica forte, não foi apenas uma escolha palerma com medo de morrer. É um decisão dificil mas que cabe á paciente decidir em tempo útil. Mas depois escrevem-se leviandades no qualquer blog com um grupo de seguidoras patéticas a comentar de forma alarve assuntos desta gravidade. muito triste ter liberdade de expressão e usá-la de forma tão pequenina."

ESSA MULHER NÃO INVENTADA...


« Não te beijo a língua, beijo-te os seios. Esses que ocultas ao primeiro olhar. Essa mulher não inventada, essa que beijo e rasgo os horizontes. »

IN - NÃOSOUEUÉAOUTRA

AS DOENÇAS TERMINAIS...E O MEDO DO CANCRO



"Na Idade Média as mulheres assavam pães e faziam docinhos dos seios de Ágata. Por proteção. Por honra aos peitos. Eram mulheres de peito. Mulheres peitadas, peitáveis. Talvez delas tenha vindo a palavra "respeito"... Márcia Frazão


HONRAR OS NOSSOS SEIOS..

CARTA A UMA AMIGA...

Eu sei e compreendo, sim, compreendo muito bem as reacções contra esta minha posição, e já até escrevi por aí que eu não ponho de parte a possibilidade de isso me acontecer a mim...
Portanto não se trata de estar a ver de fora ou ser "insensível" aos males dos outros...Tenho noção de que isso me pode perfeitamente acontecer a mim, tal como  tenho de que nada está garantido nesta vida.
Mas creio, e por isso te escrevo,  que no caso das mulheres esta incidência macabra de cancros no peito e no útero e nos ovários  tem a ver com o que se faz às mulheres há séculos...tem a ver com essa repressão do seu ser e a "envidea" (desejo/inveja) dos seus seios e do útero, o medo do seu  sexo...Tem a ver com a maneira com a sociedade as condena tacitamente e como esse peso monstro do pecado paira sobre os órgãos da mulher...e não consigo deixar de pensar que é isso a origem dos cancros e de muitas outras doenças das mulheres...
Que outra causa faria com que as essas doenças fossem 80 por cento de foro feminino...e como somos manipuladas moralmente em todas as situações da vida sem podermos exercer o nosso "pleno juízo", sempre desacreditadas  sem nunca  sermos senhoras de ter discernimento, viver  sem culpa e sem inferioridade, sem essa maldita sujeição que faz das mulheres "bodes expiatórios" e vítimas preferenciais de criminosos e tarados...dos publicitários, dos cineastas, dos estilistas...sem qualquer respeito pelo seu corpo tal como os médicos...
Não é  ver superficialmente nem fazer nenhum  julgamento da mulher que está sujeita a esta Máfia toda...mas fazer o uso do meu PLENO JUIZO!
E saber com a mulher é manipulada sempre pelo medo de julgar por si própria por se sentir culpada como mulher por tudo e por nada! A mulher...ser mulher é não poder ver objectivamente as coisas por estar dominada pelo medo e pela sentimentalidade/culpada sempre...
Deixamos de ver e pensar que morte e a doença sempre são uma iminência...porque não aceitamos a ideia da morte? Porque achamos que há anos de vida certos e que a morte é coisa sempre adiada...
Eu não acho que a medicina preventiva seja uma grande coisa, pois a vida a qualquer preço...sem amor nem respeito...isto é muito difícil eu sei de perceber, respeito por si, pelos seus seios pelo seu corpo quando todos nos julgam...
O que eu sei é que eu nunca faria quimio terapia - e até os médicos sabem que isso pouco ou nada adianta e não é isso que cura ou salva ninguém que sobrevive a ela, mas outras implicações de foro anímico e espiritual que vieram salvaguardar o ser na sua aprendizagem...a quimio é uma tortura ao ser e ao corpo...como a operação é uma tortura sem anestesia...e nós acreditamos cegamente nessa ciência e nos médicos...porque temos medo da morte e não redimensionamos a nossa existência de facto pelo renascimento e a reencarnação na vida...é tudo teoria...acreditamos nas cosias mas não as sentimos...

rlp

ISTO NÃO É CORAGEM...É COBARDIA!



ATENÇÃO:
(não leiam...)
VOU SER CRUEL E ANTI-ANTI-ANTI "POLITICAMENTE CORRECTA"...


Como nós damos crédito a uma imagem de mulher tão longe do seu Feminino essencial, apesar da aparência bela e delicada de anjo...mas tão longe da mulher real e de uma qualquer consciência do SER profundo, das leis da vida e da morte e que se deixa dominar pelo medo de ter um cancro e só porque os médicos, a autoridade controladora da "vida e da morte" no Sistema, num mundo de destruição macabra,  que corta e arranca os seios e o útero ou os ovários às mulheres pelo simples receio ou prevenção do cancro e tantas vezes ficam sem seios ou sem útero e afinal não tinham nada...senão o medo criado pela propaganda das Farmacêuticas, produzida pela MÁFIA MÉDICA.

Que CANCRO  maior do que esta visão macabra de uma ciência que decepa e corta assim as mulheres por vontade própria, que as reconstrói a partir de silicone e borrachas?
Que CANCRO maior do que o Cinema e a sua alienação na criação de mitos  e imagens, de heróis e vampes de uma "beleza" plástica...Que cria implantes e faz e refaz novos seios como quem faz ...ovos estrelados...?.

Só uma pessoa que se vende - sim que diferença há entre uma prostituta que vende sexo e uma actriz que vende o corpo todo, e se submete a cenas macabras, de ódio e de guerra, cenas ousadas ou eróticas com dezenas de homens? e faz múltiplos papéis em que o seu corpo serve para todo o tipo de abusos, sim, abusos...autorizados...e tudo isso claro, por dinheiro e fama, sem AMOR...

E depois vem a imagem patética e deslumbrante do casal ideal...o homem mais bonito de Hollywood, os filhos adoptados... as crianças sem mães, miseráveis e cheias de fome da ONU cheia de boas intenções e que não é senão outra mentira pegada, manipulada pelo poder bélico americano...

....creio que na verdade esta mulher não existe...não passa de uma Imagem igualmente manipulada pelos média e pelos médicos, neste caso...e o que dela resta nem lhe permite estar  consciente como em tudo isto ela é e tem sido objecto de propaganda mediática e que não passa de uma imagem de mulher-objecto ainda que rodeada de uma aurela humanitária, mas sempre e certamente dada a crueza-medo como se auto-mutilou e sofreu por antecipação ao mal que temia...pelo medo da morte ou a paranoia de morrer  - sim a falta de coragem para enfrentar um processo real de vida e morte e não mais um filme de terror -  em benefício e aproveitamento do sistema...que usa a mulher para tudo.
O que mais me chocou neste caso foi que ela  sabia que era apenas uma probabilidade de ter câncer em 80 ou 90 por cento que fosse, pela análise dos genes...e sem se ter de facto nada manifestado...é isso que é absurdo...nesta cultura de destruição e de ficção que é o Cinema que fazem da vida uma mera cena cinematográfica...mata-se e corta-se o corpo em vida  como nos filmes...pois quem sabe quem é quem e quem é verdade no mundo de toda esta montra de  mentira holywoodesca?.
Sim, eu sei que me acham cruel, que não gostam da minha objectividade, sim sei  que desmontar os mitos não é politicamente correcto...nem angaria fama nem dinheiro, mas eu não estou à procura nem de uma de uma coisa nem de outra, Felizmente. A mim o que me move é a verdade sem máscaras...doa a quem doer. Porque a mim também me dói...tantas vezes que no cair da máscara vai um pouco de pele atrás...e dói que se farta!
rlp
 
PS.
Deixo-vos um comentário lúcido com o qual concordo em absoluto:

"Não acredito em genética nem na medicina atual que é mais uma venda de serviços.

O que a Angelina faz com seu corpo e vida, é problema dela, porém isto repercute e assim como as modelos servem de modelos para a sociedade alienada, este será com certamente copiado. Achei uma atitude de uma mulher doente e paranóica, porém ela é uma atriz. Pior um médico estudar e concordar com este tipo de coisa.

O que devemos esperar de uma medicina que enfia um monte de próteses mamárias, glúteas e outras monstruosidades? São os vendedores atuais.

E ratifico aqui que achei ainda mais idiota algumas mulheres que intitulam-se feministas louvando uma paranoica e escolhendo-a como exemplo de mulher.


Ridículo!"
(else s.)




CORAGEM
É VIVER E RENASCER MIL VEZES...


"Às vezes aquele que está fugindo da vida-morte-vida insiste em pensar que o amor é apenas uma dádiva. No entanto, o amor na sua plenitude é uma série de mortes e de renascimentos. Deixamos uma fase, um aspecto do amor, e entramos em outra. A paixão morre e volta. A dor é espantada para longe e vem à tona mais adiante. Amar significa abraçar e ao mesmo tempo suportar inúmeros finais e inúmeros recomeços - todos no mesmo relacionamento."
 

Clarissa Pinkola Estés