"NÃO SOU FEMINISTA, SOU ANTROPOLOGICAMENTE LÚCIDA" Ana Hatherly

domingo, março 16, 2014

A ADOPÇÃO GAY E LÉSBICA...


A VIDA NÃO É UM FILME COM FINAL FELIZ...

 
Não sou a favor nem contra a adoção por casais gays e lésbicas...mas pergunto se as pessoas bem intencionadas e as bem pensantes e as muito caridosas ou politicamente correctas conhecem as relações homossexuais...ou mesmo as heterossexuais (e se o são), uma coisa ou outra (tanto me faz) e se são ISSO É QUE IMPORTA honestas com a questão; porque para mim, sim as relações SÃO TODAS IGUAIS! O que falha na realidade é mesmo a Instituição Casamento que sempre teve uma única função: manter as famílias, a sujeição da mulher, o nome do Pai e a propriedade privada e isso acabou há muito tempo...
Portanto, quer num caso quer no outro, quem é que conhece casais felizes, casais féis ou fiáveis, casais equilibrados, casais ou casamentos estáveis...?
Onde, senão nos romances...nos filmes, na ideia e no papel...na teoria ou na assembleia?
É que as crianças abandonadas são filhas de casais heterossexuais, mães solteiras, pais ignorantes e gente pobre, claro, só pode, mas a QUESTÃO VITAL é que HOJE EM DIA  NÃO HÁ CASAIS (muito poucos e muito raros) duráveis e estáveis e no caso dos homossexuais MUITO MENOS!
Uma relação amorosa hetero pode durar 3 ou 6 anos devido aos bens em comum (cosias adquiridas em conjunto, casa, carro etc.)... uma relação homo, muito mais livre, sem encargos à partida, só dura o tempo do desejo, e dura 3 ou  6 meses, talvez um ano no caso dos homens e um pouco mais no caso das mulheres...a não ser que haja herança...ou interesses económicos em causa; e não me venham com as excepções, quero é saber onde é que há segurança e estabilidade para as crianças e casamentos estáveis? Eu conheço alguns casos de adopção...e esqueçam...
E já agora, dos casamentos gays realizados em Portugal, quantos já não se divorciaram ou separaram? A grande maioria...Façam estatísticas e não  inventem  mais histórias...
Não, para mim, a "adopção gay" ou hétero não resolve o problema da falta de amor e respeito pelas crianças e pelos seres humanos...e é só isso que está em causa,  A FALTA DE AMOR E RESPEITO PELO SER HUMANO - qualquer ser humano (quero cá saber do que fazem na cama ou com quem dormem!) - porque o Sistema não cuida nem se interessa POR NINGUÉM, MUITO MENOS pelas mães ou pelas crianças ou pela família. O Sistema faliu...

Seja a crise, seja a guerra, seja a corrupção...ou o caos - a verdade é que JÁ NÃO HÁ VALORES em nenhum lado...nem Governos, nem partidos, nem pessoas, nem Instituições dignas de confiança...
É o Sistema que tem de mudar...não as leis em que tudo acaba na mesma! Portanto são as pessoas, teóricas, cultas e ignorantes, todas egoístas, possessivas, interesseiras, e todos o somos, que temos de mudar primeiro, cada um de nós,  pois só assim podemos sair  deste ciclo vicioso em que vivemos há dezenas, ou centenas de anos...como os Partidos e as Ideologias...neste girar a "roda da fortuna", é sempre "vira o disco e toca o mesmo"!

 rosaleonorpedro

Sem comentários: