sexta-feira, junho 06, 2014

“O PACTO SEM CONHECIMENTO”



SOMOS SONÂMBULAS...

E O "ESPIRITUALISMO NEW AGE" (bondoso) remete-nos de novo para a recusa dos aspectos voluptuosos e incendiários da nossa natureza profunda. Negamos isso e continuamos obedientes ao patriarcado...ao deus pai...A espiritualidade patriarcal a que aderimos, muitas vezes em nome da deusa, não é mais do que o continuar esse entorpecimento da nossa psique e do feminino profundo, selvagem...

"Esse entorpecimento psíquico feminino é um estado próximo do sonambulismo. Durante sua vigência, andamos, conversamos e estamos dormindo. Amamos e trabalhamos, mas as nossas escolhas revelam a verdade acerca da nossa condição. Os aspectos voluptuosos, curiosos, incendiários e bons da nossa natureza não estão em pleno funcionamento."

"Embora possamos ter respostas diferentes em dias diferentes, há uma resposta que é constante na vida de todas as mulheres. Embora detestemos admitir o facto, na esmagadora maioria das vezes o pacto mais infeliz das nossas vidas é o que fazemos quando nos privamos da nossa vida de conhecimento profundo em troca de uma vida que é muito mais frágil; quando renunciamos aos nossos dentes, nossas garras, nossos sentidos, nosso faro; quando entreg...amos nossa natureza selvagem em troca da promessa de algo que parece rico mas que se revela vazio.
(...)
A iniciação da mulher começa com o pacto infeliz que ela fez há muito quando ainda estava entorpecida. Ao escolher aquilo que a atraiu como sendo riqueza, ela cedeu, em troca seu domínio sobre algumas partes, e muitas vezes sobre todas as partes, da sua vida instintiva, criativa e cheia de paixão. Esse entorpecimento psíquico feminino é um estado próximo do sonambulismo. Durante sua vigência, andamos, conversamos e estamos dormindo. Amamos e trabalhamos, mas as nossas escolhas revelam a verdade acerca da nossa condição. Os aspectos voluptuosos, curiosos, incendiários e bons da nossa natureza não estão em pleno funcionamento.
(...)
“MULHERES CORRENDO COM OS LOBOS” – Clarissa Pinkola Estés

Sem comentários: