domingo, junho 15, 2014

Pertenço às Eras, embriago-me nas Estrelas Lunares.



«Não te posso contar o que sei. Pertenço a um tempo sem memória. Vivo de acasos. Vivo um dia apenas, porque amanhã serei diferente. Todos os dias a minha pele morre um pouco mais. Pertenço às Eras, embriago-me nas Estrelas Lunares. Sou maior que eu mesma. Não te posso contar o que sei, entendes-me? É difícil contar sobre o meu mundo. Pertenço ao reino de Escorpião; ao reino de Júpiter; ao reino de Vénus; ao reino de Úrano.... tenho tantos reinos que, é-me difícil ser apenas uma coisa, senão Eu Mesma, desde Ontem. Se me vires toda vestida de Negro, é porque não te é permitido mais penetrar no meu Reino. Se me vires toda vestida de Branco, também não é permitido que me penetres. Eu sou Eu Mesma. Sou um Ônfalo. Sou um Oximoro. Sou uma complexa Afrodite. Tenho-a exaltada e domiciliaria; Carnal, Mental, Emocional e Espiritual.»


NãoSouEuéaOutra in Cadernos Escorpiónicos

Sem comentários: