"NÃO SOU FEMINISTA, SOU ANTROPOLOGICAMENTE LÚCIDA" Ana Hatherly

segunda-feira, junho 09, 2014

Reencontro com Liltith...

Reencontro com Lilith...

"De repente, sinto uma mão delicada pousar no meu ombro. Não me viro. Logo de seguida. Deixo acontecer, por uma vez na vida...
A desce ao longo do meu braço. Esta mão é doce. Eu sei-a benevolente. Então viro o rosto a fim de descobrir o ser que vem ao meu encontro, o ser que me veio buscar.
E eu vejo-a. Ela, a Divina Obscura......
Ela parece ser una com o oceano. O seu corpo tem o movimento das profundidades e uma indolência sublime. Os seus longos cabelos tecem a volta dela uma tela imensa, com os reflexos da lua. Ela traz um vestido de sombra, com as cores da noite. A sua silhueta tem qualquer coisa de envolvente, sensual. Na sua pele morena, algumas joias de prata desenham raios de luz.
Os meus olhos cruzam os seus. Duas pérolas sublimes, intensas...
Ela sorri-me. Uma lágrima nácar cai ao longo da sua face."


Anne Schwartzweber

Sem comentários: