sexta-feira, março 13, 2015

PERIGO: A VERDADEIRA MULHER corre o risco de extinção!

 
 
A Mulher verdadeira  a intermediária cósmica...
 
"Quem diz religião da Mulher diz também sacerdotisa e maga, ou seja, intermediária cósmica. O mistério da mulher não se limita ao seu sexo: ele impregna todo o seu ser, inclusive (e talvez principalmente) o seu psiquismo. A mulher é intuitiva, porque sensitiva e unida aos ritmos cósmicos que capta. Ela conhece os segredos da vida e da saúde, das plantas e das flores. (...)

Ela compreende as profundezas da alma humana: em seu inconsciente e por meio dele, relaciona-se directamente com as grandes correntes psíquicas que que nos levam e trazem. Ela seduz e aterroriza ao mesmo tempo. Todo o homem traz em si um "retrato falado" da mulher absoluta e, se viesse a conhecê-la na realidade, não mais poderia dela se separar: seria fulminado. Aliás o homem busca-a durante toda a sua vida. São raríssimos aqueles que a encontram, e quase poderíamos dizer: felizmente! É esse sonho, esse ideal inacessível que ele projecta, por exemplo nas estrelas "
(...)
In Tantra - O culto da femininlidade
de André Van Lysebeth

"Ao mais antigo Oráculo da Grécia, consagrado a Grande Mãe da Terra, do Mar e do Céu, deram-lhe o nome de Delphos, com o significado de Utero." barbara walquer

Mas é essa MULHER Absoluta que estava na origem dos tempos que nós hoje não conhecemos porque  a Igreja e os Sistemas patriarcais destruíram  ao longo dos séculos de misoginia e ódio, ou antes MEDO  à mulher autêntica, essa intermediária cósmica, como Mãe da Humanidade e que a Ciência de hoje corrobora na sua destruição á sua maneira, utilizando a mulher como sua cobaia, cobaia de experiências como a pílula e vacinas, assim como de outros químicos e fármacos que só visam destruí-la, destrurar a  mulher inicial, tal como o faz com os animais em geral, ratos ou os macacos, - servindo-se dela como de uma carcaça vazia de conteúdo, sem identidade, que ela "ciência" modela e retorce  em seus laboratórios à vontade - e que contribui  para destruir o que resta dessa mulher  primordial, destruindo através de medicamentos os seus ciclos naturais que eram associados ancestralmente à mulher  e ao seu corpo. Eles  ridicularizam e desvalorizam a forma como ela representa e dá voz aos ciclos da Natureza Mãe, seja através do sangue, dos ovários ou do seu Útero que está hoje em dia  ainda e quase exclusivamente ao serviço da reprodução  pela posse do homem, sem identidade e ao serviço da  família  e do estado,  fazendo nascer seres marcados pelo Pai, como propriedade, e depois, passada a mulher a sua fase da reprodução,  e sabe-se lá  porquê, retirando-lhes as entranhas como meio de "prevenção de doenças".
Essa anulação da mulher como SER ONTOLOGICO  atinge neste momento o extremo da hecatombe humana - que é a anulação da Mulher como Ente - com o que os fundamentalistas islâmicos  estão AGORA MESMO a fazer: reduzir a mulher a um saco de encher, negando-lhe toda e qualquer autonomia  ou expressão própria, mulheres cobertas de negro, todas tapadas e excisadas,  reduzidas a meras escravas de Alá.
Só não sabem esses monstros (ou sabem?), todos eles predadores da pior espécie que habitam o planeta há séculos, que se destruírem e anularem completamente a Mulher, a MÂE quer a Terra quer o próprio homem será destruído, como está já a acontecer...
Ou não será que é isso mesmo que "eles" querem?
Neste momento é absolutamente necessário e urgente que as mulheres acordem e tenham consciência de si como SER INTEGRAL mesmo que isto signifique um despertar para esta dura e aberrante realidade pois só assim poderão fazer alguma coisa pelas outras mulheres e pela Terra ...Porque só a Mulher Absoluta poderá salvar o Planeta da iminente destruição da espécie humana e da catástrofe global...
RLP

Sem comentários: