sábado, abril 25, 2015

A TI...



Fala-me da Terra Mãe e do chão que pisas e das sementes que semeias…
Fala-me dos elementos, do que te alimenta e dá verticalidade e anseias…


Fala-me da brisa quente e das papoulas que bailam ao vento vermelhas,
E voam na planície livres como pétalas de sangue…
Fala-me das árvores e das suas raízes e de como te ligam a ela…

Fala-me dos animais, das aves, das borboletas e das flores...

Fala-me do ar que respiras e do teu coração que bate...
ao ritmo da vida que pulsa em ti e em mim quando me abraças…


Oh! Fala-me da Deusa que te habita e do teu anelo com ela,
Da esperança de uma nova Terra ainda mais bela, mais justa e pacífica…
E não de outras dimensões ou de mundos paralelos…


Fala-me das antigas sacerdotisas que dançavam descalças…
à volta do fogo sagrado…
vivendo em êxtase profundo com a Deusa Mãe…


Fala-me das Mulheres que de mãos dadas e em círculos
nos davam a coragem de sermos inteiras e de ventre a ventre
nos ligavam à terra e às suas entranhas…

Sim, fala-me só de ti e de como te sentes viva e vibras nesta evocação….
Diz-me como vives a plenitude teu ser no júbilo desta sagrada união!

Ah! Mas não me fales mais do pensamento dividido
nem das estrelas longínquas, nem do céu lá em cima
sem que cumpras o teu destino aqui na terra…
E te dês de corpo alma e espírito, fiel à Nossa Deusa Mãe…



Rosa Leonor Pedro
5/Março/2011

Sem comentários: