"NÃO SOU FEMINISTA, SOU ANTROPOLOGICAMENTE LÚCIDA" Ana Hatherly

sábado, julho 25, 2015

A DANÇA CÓSMICA


“A Deusa apaixona-se por si mesma, suscitando a sua própria emanação, que passa a ter existência própria.
O amor do "self" pelo "self" é a força criativa do universo.
(...)
O desejo é a energia primordial esta energia é erótica:
a atracção entre o amador e o amado, da luneta e a estrela,
do eléctron pelo próton.
O amor é o laço que mantém o mundo unido.”



in, A Dança Cósmica das Feiticeiras de Starhwak

2 comentários:

Pedra do Sertão disse...

Passando para deixar um abraço enorme...e para me atualizar nas leituras do blog...

venha nos visitar no Pedra...

Araceli

www.pedradosertao.blogspot.com.br

rosaleonor disse...

Vou sim, obrigada!