quarta-feira, julho 15, 2015

AS CIGARRAS E AS FORMIGAS...

“A linguagem transmite os pensamentos de quem fala, mas não podemos apreender o sentido subtil das palavras a menos que deixemos cair todas as ideias preconcebidas e escutar sem a interferência das nossas próprias opiniões, que impedem a compreensão.
Assim, o silêncio é muitas vezes o melhor meio de comunicação.
(...)
Em cada instante, cada pensamento e cada gesto modificam a trama invisível sobre a qual o destino tece a sua evolução, que, conscientemente ou não, nós preparamos para nós.”

In, La voie chamanique de l’abeille
Simon Buxton


 - Li este  livro muito curioso há uns bons meses - li-o em francês e retirei esta frase que traduzi para português...e coloquei-a aqui, o que costumo fazer com regularidade com tantos outros livros que leio e volto a abrir e a ler para buscar as frases sublinhadas quando elas vem a propósito...é uma coisa que faço há anos. Ler um bom livro e encontrar frases que expressam de facto o que eu sinto e muitos dos quais servem para escrever os meus textos desenvolvendo o tema para o qual eles me despertam...
 
Durante muito tempo não me apercebi como esses textos e citações circularam anonimamente sem uma referência à sua precedência nem o nome do autor por outros sites e blogues; sim, vejo que circulam hoje livremente na Internet como pássaros...mas não me esqueço de um pequeno pormenor que é de quem veio depois (de uma década de pioneirismo) não fez ou faz mais do que colher numa bicada, às vezes insolentemente, o que outros semearam e arduamente cavaram no chão da palavra...  
Inicialmente pensei que nada poderia fazer  e que se estava a fazer um trabalho de pesquisa sobre a Mulher e a Deusa e também sobre como as Portas se abrem ao sentir e ao entendimento do Ser aceitei essa invasão alheia, não só de leitores legítimos, mas de copiadores...o que com o tempo, verifiquei se tornou numa devassa...sim porque o que acabei por perceber é que os blogues deixaram de ser originais e autênticos para se tornarem cópias de outros, uma apropriação muitas vezes ilegítima e até muitas vezes  um bluff de pessoas que copiavam e faziam passar os textos e poemas por seus...
Nunca defendi muito a questão dos direitos de autor...mas é árduo ver que essas frases e traduções, às vezes de livros únicos ou mesmo esgotados e de difícil acesso, passam para outro palco sem as honras da casa...
Sem dúvida que me dá prazer ver todos esses livros lidos e muitos desconhecidos do grande publico - tenho um interesse e um gosto por certos livros que é bastante peculiar e leio a maioria deles em francês por não haver traduções em português - que  circularem como informação e a serem divulgadas quer em Blogues quer no Facebook etc. e isso é de facto positivo.  Mas não deixa de haver uma coisa que me choca...a falta de respeito pelos textos alheios muitos deles deturpados, enxertados e misturadas as citações com o que o autor escreveu e outros tantos plágios e copias de textos de leituras que publiquei e divulguei no meu Blog. Há direitos de autor sim. Não me preocupo tanto com o meu nome nem com o dinheiro que nunca ganhei por escrever, incluindo os meus livros...mas preocupa-me a fidelidade aos autores que divulgo e a fidelidade ao seu pensamento e custa-me que não haja um respeito pelo que é dos outros originalmente...
Uma coisa é divulgar e valorizar - outra coisa é servir-se da comida de mesa alheia sem pedir licença ou agradecer ao dono da casa...
Com tudo isto queria dizer-vos que FECHEI O ACESSO AO "COPIE E PAST" - mas se alguém estiver de facto e genuinamente interessada/o nos textos que publico que me escreva que enviarei por email...
 
rosa leonor pedro

2 comentários:

Ana Nazaré disse...

Olá Rosa ! queria indicar alguns livros :
O Mother Sun!: A New View of the Cosmic Feminine - Patricia Monaghan
Eunucos Pelo Reino de Deus - Uta Ranke-Heinemann
Divindades Femininas - Shahrukh Husain
A Tecelã - Barbara Black Koltuv
O mito da masculinidade - Socrates Nolasco
Os Mistérios de Ísis - DeTraci Regula
O Anuário da Grande Mãe - Mirella Faur

rosaleonor disse...

Obrigada Ana...
De facto nenhum desses livros está editado em Portugal...e também não li nenhum. Mas agradeço a sua sugestão.

Um abraço grande
rlp