"NÃO SOU FEMINISTA, SOU ANTROPOLOGICAMENTE LÚCIDA" Ana Hatherly

sexta-feira, agosto 07, 2015

MANIFESTO PAGÃO


DEFINITIVAMENTE AS MULHERES NÃO PERTENCEM
AO BUDISMO NEM AO CRISTIANISMO!

As mulheres foram por eles sistematicamente negadas (abandonadas) enquanto seres humanos e sem identidade!
...
Com algum respeito pela seriedade do Budismo em geral e os seus princípios, assim como diria pelo verdadeiro Cristianismo, apagado há muito da história da humanidade, ou seja por qual for a religião ou Tradição secular do Homem...eu manifesto toda a minha incompatibilidade e aversão com os processos divulgados e as práticas instituídas e os preceitos e os conceitos altruístas de amor puro perfeito e incondicional, PORQUE NEGAM A ESSÊNCIA DA VIDA NA TERRA E DA MULHER EM ESPECIAL. A mulher não tem nada a ver como o pensamento budista ou outro pensamento e práticas religiosas que A EXCLUE E A OMITE por princípio em defesa de um desapego ou de uma realização superior e que é pregada por homens ascéticos, IGNORANTES DA MULHER, que pregam castidade e repudio do sexo feminino e da Mulher em si ou mesmo da Natureza ctónica. Eu não posso ouvir ou seguir um Mestre que é celibatário e NÃO AMA NEM NUNCA AMOU UMA MULHER, que as considera pecaminosas e sujas e lhes recusa o sangue e a pregação assim como o oficio nos seus altares! Portanto não me venham falar de amar e não amar ou de um amor "elevado" sem apego e do desapego ou em posse ou em ciúme em nome das tradições patriarcais que sempre baniram as mulheres e o amor carnal ou fizeram das mulheres apenas cobaias de prazer ou de procriação!
Por favor Mulheres enxerguem-se!

Republicando
rosaleonorpedro

"A mulher nunca foi representada por nenhuma religião nem sistema de governo!
No entanto é inerente à espiritualidade feminina a protecção dos princípios da religião perene, a defesa de uma ordem social onde seja possível a coexistência (sem que tal ex
ija a diluição da essência individual) e a preservação da divindade humana.
Reinam as seitas perigosas e homens e mulheres que representam interesses masculinos em assentos de parlamento." Comentário de
Ananda Krishna Lila


Vejamos como alguns Médiuns e Esotéricos falaram da mulher - vejamos como a cisão da mulher em duas, divisão secular, entre  a Puta e a Santa (ou a "estrela") criada pelo catolicismo  é depois olhada por alguns "mestres" - esta é a ideia caótica e maléfica que o homem tem da mulher, seja qual for a religião seja qual for a seita...e é o que els propagam da mulher até aos dias de hoje...


"Sim, Eu, A BESTA, minha puta escarlate montada em mim, nua e coroada, ÉBRIA DE SUA TAÇA DOURADA DE FORNICAÇÃO, gabando-se de ser  minha companheira de cama, a levei até à Praça do Mercado, e rugi esta  Palavra que toda mulher é uma Estrela".*

"Mas agora a Palavra de mim, A Besta, é esta: não só estás tu, mulher,  jurada a um propósito que não sê teu; tu és tu mesma uma estrela, e em  tu mesma um propósito para tu mesma. Não só mãe de homens tu és, ou  puta de homens; serva à necessidade deles de vida e Amor, sem  partilhar da Luz e Liberdade deles; não, tu és mãe e puta para teu  próprio prazer; a palavra que Eu digo aos Homens, Eu digo a ti nem  mais nem menos: Faze o que tu queres há de ser tudo da Lei!"

 in  O Livro  da Lei comentado por Aleister Crowley

Sem comentários: