"NÃO SOU FEMINISTA, SOU ANTROPOLOGICAMENTE LÚCIDA" Ana Hatherly

segunda-feira, outubro 05, 2015

Akhilanda

 


A deusa e a Mulher...

"Akhilanda é a Deusa "d@s que nunca estão inteir@s". Um dos arquétipos de Durga e a Deusa que simboliza o ataque do crocodilo ou de tudo o que nos reduz a pedaços. É a regente da força que se sente quando se pensa que nada mais há a perder. A força de sobrevivência e a metamorfose depois de cada destruição. Acrescento ainda que o facto de nunca estarmos inteiras permite-nos reformulações da nossa identidade e de novas possibilidades.
Não há uma formula universal de se sublimar a cada momento, ou a cada dor, a cada perda...há uma forma pessoal que é coerente a um caminho percorrido."


ananda khrisna lila

“(...) Mas não sou completa, não. Completa lembra realizada. Realizada é acabada. Acabada é o que não se renova a cada instante da vida e do mundo. Eu vivo me completando... mas falta um bocado.”

Clarice Lispector
 
 

 

Sem comentários: