"NÃO SOU FEMINISTA, SOU ANTROPOLOGICAMENTE LÚCIDA" Ana Hatherly

segunda-feira, outubro 19, 2015

os olhos da alma


"... E nos retratos: não ficou o desenho que o traço escuro das tuas sobrancelhas inscreveu na parede do próprio girar?"   - Raine Maria Rilke


...Ah, SE nós pudéssemos...como se fossemos um Jardim...desfolhar ao vento rosas e jasmins...e deixar que cada Ser sentisse no Éter o aroma mais rico e mais belo que a vida tem para si...

rlp

 

Sem comentários: