"NÃO SOU FEMINISTA, SOU ANTROPOLOGICAMENTE LÚCIDA" Ana Hatherly

sexta-feira, novembro 27, 2015

O NATAL Á PORTA...e o botox!

A MENTIRA GLOBAL

Às vezes tolhe-me o desânimo e simplesmente deixo de acreditar que valha pena este esforço ou esta persistência em continuar no escuro a falar para as mulheres...a falar de Consciência do Feminino essencial e da Deusa Mãe...do amor ou da paz interior!
Hoje dá-me quase vontade de rir - para não chorar - continuar a acreditar que alguma coisa muda...
Sim, quando olho e vejo as mulheres em geral a fugir de si próprias e continuarem apenas dedicadas ao mesmo de sempre, a cultuar a sua prisão...a polir as suas grades...a construir os seus castelos de areia no mar da ilusão, à volta dos sonhos e fantasias sobre o homem ou do amor ideal ou da casa fantástica, a decoração ou mesmo das causas perdidas ou da fé cega,  perante um deus que as oprime e divide e faz das mulheres um bode expiatório, subalterno aos homens e continuarem a viver como meros objectos sexuais, sejam as casadas sejam as solteiras ou divorciadas  - ver como tudo lhes serve para se confundirem e distraírem e alienarem de si próprias...
Elas vão ao encontro de tudo, compram tudo, sem discernimento, sem consciência de si nem de nada, sempre em busca de esquecimento ou prazer...e não veem como são usadas e exploradas em todos os sentidos. Vão atrás de tudo o que as move no exterior...ideias, modas, carros, casas, operações estéticas...e não é meramente por necessidade de beleza, não!

Fazem-no porque as mulheres são à partida e na grande maioria destituídas de um valor intrínseco,  desconsideradas enquanto pessoas, quase sempre inferiorizadas e só são mais valia se corresponderem aos estereótipos da moda e do consumo - e é ai mesmo que isso acontece com a maior parte das mulheres fracas e fragilizadas pelo Sistema que as usa indiscriminadamente - é precisamente para tapar esse buraco dentro de si, colmatar esse vazio, que as mulheres acabam sendo vitimas e exploradas, porque formatadas no sentido de se produzirem, de se "repararem", de se enfeitarem, elas são usadas por todo o tipo de Mafias desde a que trafica jovens para a prostituição até à Mafia Médica...que usa as doenças e o medo para promover os seus produtos tóxicos. 
E a exemplo disso ouvi a noticia há dias de uma qualquer farmacêutica que comprou uma empresa de BOTOX por milhões e milhões de euros e percebi aí que eram justamente as mulheres, sim nós mulheres, que alienadas, todas nós, sustentamos estas industrias...para mutilar o corpo, para parecer bonecas insufladas ou ser como os modelos ou  como as artistas de telenovela e cinema ou para ter um homem, sermos atractivas,  ou nos mantermos "jovens"...

Por tudo isto, hoje sinto uma agonia e uma dor que nada consegue disfarçar ou atenuar.
 

Desculpem- me, mas efectivamente, pensem, somos nós mulheres que sustentamos todas essas empresas milionárias da cosmética...e do cinema...e dos perfumes e das roupas...em todo o mundo. Somos nós que sustentamos essas supostas elites que admiramos e copiamos os modelos de vida, que lemos as revistas com as suas vidas estéreis e fúteis...e suspiramos por não ter aquelas casas  e festas e luxo...
Sim, somos nós que sustentamos a escravidão de milhares de crianças e mulheres que trabalham dia e noite por causa dos nossos sapatos e malas... anos a fio e sem mais nada na vida que a escravidão a exclusão e a violação ...
 

Mulheres...somos nós que sustentamos este mundo torpe e mentiroso e artificial que nos mata e corrói por dentro nessa ilusão de uma felicidade exterior que nunca existiu e nós continuamos a comprar tudo e compramos e compramos...
 

Desculpem-me...eu hoje acordei assim...agoniada e sem conseguir acreditar neste mundo. Talvez porque o Natal se anuncia neste horror de consumo de inutilidades e farsa sentimental e em que comemos animais como os animais... enquanto morrem milhares de crianças de fome e sem água no mundo...enquanto morrem milhares de seres humanos em guerras inventadas para manter este caos que esta sociedade comercial em que tudo se vende e compra...doentes todos os humanos doentes a pensarem-se civilizados, mas apenas a viver como bichos, formigas, a PRODUZIR A CONSUMIR E A MORRER, sem mais nada...
Desculpem...mas hoje não consigo ser positiva nem olhar o lado bom das coisas...
rlp

Sem comentários: