"NÃO SOU FEMINISTA, SOU ANTROPOLOGICAMENTE LÚCIDA" Ana Hatherly

terça-feira, dezembro 15, 2015

A MULHER E A MÃE...



QUANDO AS MULHERES AGEM CONTRA SI MESMAS...

"Quando sacrificarmos a nossa vida toda pelo bem de outros sem levar em conta as nossas necessidades, apenas fomentamos uma atitude que não só nos faz adoecer como nos mantém doentes. Isso não serve para ninguém; é anti-vida, é anti-humano, é anti-mujer. Realmente desejas continuar a fazer isso e deixar esta herança às tuas filhas?"
 
"Curas a tua herança materna no instante em que deixares de participar no martírio, na abnegação, na culpa ou no ressentimento. Quando mudares a tua reacção habitual em relação à tua mãe, acaba essa herança de dor. Isso é tudo o que te faz falta. Curar essa herança não significa que tua mãe vá mudar; e não significa que vai deixar de te magoar. Significa que tu cessaste de ter essa reacção habitual a ela."
 

Christiane Northrup
 in  "Mães e filhas"

1 comentário:

Anónimo disse...

Muito bom.