"NÃO SOU FEMINISTA, SOU ANTROPOLOGICAMENTE LÚCIDA" Ana Hatherly

domingo, dezembro 20, 2015

A VIOLÊNCIA CONTRA AS MULHERES



É UMA GUERRA
CAMULFLADA CONTRA AS MULHERES?


Estava a pensar naquela mulher que morreu de depressão hoje e na outra que morreu de cancro a semana passada e naquela rapariga que morreu ontem de mãos atadas e violada pelo padrasto romeno?
...e nas 150 mulheres mortas no Iraque pelos jihadistas, algumas grávidas...

Estava a pensar nas 34 ou 35 mulheres mortas em Portugal e o dobro em Espanha este ano, assassinadas pelos maridos e amantes.

...estava a pensar nas prostitutas todas loucas e desgraçadas, miseráveis e que vivem nas ruas...ou sentadas de noite nas bermas da estrada, deste Pais a beira mar plantado...e sem pensar já nas milhares de mulheres do resto do mundo.
As listas seriam intermináveis...
Mas vivemos nós num tempo dos exterminadores ou de uma guerra surda e dissimulada que ninguém ousa declarar porque o inimigo é oculto e ninguém lhe vê a cara?

Não há uma cruz suástica...há um falo...uma metralhadora...uma faca...um ódio dissimulado...à mulher e à mãe...e ninguém quer ver o óbvio...

Escrito em 2014 - Tudo continua na mesma ou pior...
rlp


 
 

2 comentários:

vania jones disse...

está tudo cada vez pior, a realidade q vivemos é uma realidade irrefutável, basta olhar ao redor, são essas todas q descreve mais outras tantas de uma lista sem fim à vista. e n, n me calo, jamais!

Anónimo disse...

concordo.