"NÃO SOU FEMINISTA, SOU ANTROPOLOGICAMENTE LÚCIDA" Ana Hatherly

terça-feira, fevereiro 23, 2016

DEZ MIL VEZES...



AS PURAS CANÇÕES DO AMOR


“ Dez mil vezes o coração se rompeu dentro de mim. Não posso contar os soluços que me sacudiram o coração.
Mas vi também outras coisas que me trouxeram lágrimas aos olhos e me abalaram como uma folha que se agita. Vi homens e mulheres dando vida, esperanças, dando tudo aos outros. Vi actos de uma tão alta devoção que chorei lágrimas de alegria. Estas coisas, achei-as belas, embora não tivessem o poder de redimir. São elas as puras canções do amor nos vastos montes de esterco do mundo.”



FERNANDO PESSOA, in “Pessoa Inédito”, Livros Horizonte, 1993, pág.161

2 comentários:

vania jones disse...

exagerado ele..

rosaleonor disse...

seria...como todos os poetas...

beijinhos

rl