quarta-feira, abril 27, 2016

A EMANCIPAÇÃO DAS MULHERES ACABOU NISTO?



"A reivindicação de uma igualdade com o homem não é senão a manifestação de uma mentalidade de escravidão.
E qualquer mulher que tenha contacto profundo com a sua feminilidade detesta esta posição.
Ela não quer parecer-se com o homem.
Ela está intimamente persuadida da perfeição do seu estatuto, da sua riqueza biológica e psíquica, da sua nobreza interior.
(…)
...
A verdadeira realização começa com a afirmação de uma diferença não só biológica, mas espiritual."
in Femme Solaire de Paul Salomon


A EMANCIPAÇÃO DAS MULHERES ACABOU NISTO?


Primeiro, as mulheres quiserem agradar desesperadamente aos homens (as donas de casa, sexo na cidade) e de todas as maneiras, agora querem ser como eles de todas as formas e feitios e a qualquer preço...Cada dia que passa, a mulher é menos Mulher em si...e mais igual ao homem...só mantém uma aparência "feminina" - digo, de travesti - de acordo com a moda dos estilistas gays...que a representam ou a esquelética e vazia maria-rapaz......sem seios nem barriga ou quadris, ou então dos esteticistas...que a representam cheia de silicone e botox...e bum-bum etc.
Escapam algumas mulheres corajosas, que se aventuram no resgate da sua essência e feminitude...porque, o feminismo em geral...é só de "direitos e igualdades", nada de essências...nem alma nem nada de interioridade...
Não toca alma nem a psique e menos ainda o espírito!
A mulher comum no geral, é um mero corpo tido como objecto de prazer visual ou sexual - ou então objecto de reprodução ou barriga de aluguer...
Vamos lá desmistificar estas pseudo liberdades...que fizeram da mulher um ente vazio e sem identidade, medida pelas suas medidas e pela "paridade".



SIM, QUE IGUALDADE?

"A frustração é causada por uma sociedade que nos pede para sermos o que não somos e nos culpar por ser quem somos. Neste momento, tudo ainda é dirigido por homens; a mulher está em claro desequilíbrio. Para começar, é preciso equilibrar a igualdade do homem e da mulher " - Alejandro Jodorowsky

A falsa premissa de uma "igualdade" à partida (e não EQUILÍBRIO) entre os sexos levou homens e mulheres ao grande equívoco que hoje é generalizado até nas ditas espiritualidades de fins de semana. A verdade porém é que não podemos partir apenas de uma igualdade social e económica, nem mesmo psicológica, sem aprofundar as diferenças essências entre um sexo e outro e a psique masculina e a feminina...
Porque há características específicas...
Há diferenças que na verdade correspondem aos hemisférios cerebrais, sendo que a negação dessas diferenças e qualidades intrínsecas correspondente a cada sexo na manifestação, cavaram um fosso na humanidade que sobrevalorizou o lado racional e lógico - hemisfério direito, masculino - e menosprezou o lado intuitivo e emocional - hemisfério esquerdo, feminino. Assim, todos os atributos da mulher, como representante das qualidades inerentes ao hemisfério esquerdo, da mulher portanto, foram praticamente anuladas e depreciadas tais como: "são fúteis e frívolas" não ligar as "coisas de mulheres" nem às "conversas de mulher" ao ponto de as próprias mulheres esquecerem e negarem as suas capacidade inatas...intuição, percepção extrassensorial, receptividade, emoção, etc. e se tornarem de facto iguais ao homem...mentais, lógicas, racionais e agressivas...
E é essa a realidade mesmo as mulheres que comandam são homens de cabeça...e não tem coração...
É claro que ambos os sexos tem a sua componente oposta...mas primeiro ambos tem de expressar essas qualidades próprias e depois sim fazer a integração dos opostos...Por isto mesmo é preciso que haja sim EQUILÍBRIO ENTRE OS DOIS e não igualdade...



Rosa Leonor Pedro

Sem comentários: