domingo, abril 10, 2016

DO EGO E DA CONSCIÊNCIA...


"A experiência do Si-mesmo é sempre uma derrota para o ego" - C. Jung


"O ego não pode ser um vaso para receber o influxo da graça enquanto não tiver esvaziado o seu próprio conteúdo inflado. E este esvaziamento só ocorre através da experiência de alienação"

A "alienação" do ego não significa a alienação do SER CONSCIENTE de si, como em geral se confunde. O ego corresponde à partida à nossa Persona (mascara) e o Ser em si, à essência ou Alma, embora as designações de ambas... as partes do nosso ser, o ser físico e o ser espiritual, se confundam por vezes em linguagem corrente. Ego ou persona é ainda o suporte físico e mental do ser em evolução. Assim, "Se a vida da pessoa é governada pelo sentido de uma tarefa divina, isso significa, psicologicamente, que o ego tem de estar subordinado ao SI-mesmo e foi libertado das preocupações que têm o ego como centro."*

* in "EGO E ARQUÉTIPO" de Edward F.Edinger


ARROGÂNCIA

"Qualquer sinal de arrogância porém, de pretensa superioridade indica apenas que temos um ego inflado, uma pessoa que incapaz de se colocar no mundo cotidiano usa da magia para satisfazer suas fantasias de prepotência e poder. Títulos pomposos, "senhor" , "senhora" , "cavaleiro" do tal grau, tudo isso é resquício de um tempo que já se foi. Senhor, dominação, está ligado a um arquétipo que nada tem a ver com o paganismo, é profundamente judaico-cristão e só ocorre nas sociedades que decaíram profundamente.
A humildade de quem conhece o mistério vem naturalmente, sabe que somos nada perto da eternidade, que somos efémeros demais, que temos um longo caminho até para nos considerarmos existentes de fato e frente a imensidão da eternidade como considerar-nos "importantes", "omnipotentes"?
Eu tenho um critério pessoal para notar quem já presenciou o mistério. Quem já presenciou o mistério brinca com ele. Sim, brinca, tem uma postura leve, pois o mistério é em si tão complexo, tão avassalador em sua transcendência que a única forma de lidar com ele é de uma forma leve, tranquíla, para apaziguar o assombro que a enormidade da questão nos causa.
Já quem nunca presenciou o mistério, nunca se sensibilizou a ele, precisa de ares, de caras e bocas, de aparências, precisa "fazer" mistério para substituir a ausência do verdadeiro contato com a Eternidade. " de Nuvem que passa (in pistas do caminho)




EXISTÊNCIA E ESSÊNCIA

Uma coisa que me parece evidente e da qual não me resta já qualquer dúvida é de que há vários níveis de consciência, dentro de uma escala de evolução, e que nem todos os humanos - falando só de humanos - estão no mesmo nível de entendimento e realização interior. E digo interior para não confundirmos o "conhecimento" mental-intelectual, o saber de cor, (que nada tem a ver com o saber do coração - ou coração inteligente), a informação ou as crenças em deu...s ou em outras dimensões e vidas paralelas, com um real estado de consciência, que só é alcançado após o trabalho alquímico profundo e a transformação do ser que passa do nível da mera existência "vegetativa" para o nível da essência, e com a qual está em contacto directo. Falo de uma CONSCIÊNCIA para lá dos estadios da psicologia (psique) e da metafísica; isto é muito simples e nada tem a ver com o nível escolar ou universitário de educação, nem com analfabetismo...eruditos, doutores e professores e analfabetos ignorantes estão no mesmo patamar de ignorância quanto à consciência verdadeira do Ser, a consciência da Consciência, a que se tem acesso "magicamente" para lá da mente-intelecto-conceito.
rleonorpedro

Sem comentários: