"NÃO SOU FEMINISTA, SOU ANTROPOLOGICAMENTE LÚCIDA" Ana Hatherly

domingo, maio 29, 2016

a violação da mulher é estimulada pela moda e pela publicidade


PORQUE É QUE A MULHER É VIOLADA...


HÁ UMA GUERRA invisível agora declarada contra as mulheres e ela existe há muito ...ela tem-se intensificado nestas ultimas décadas porque a mulher está cada vez mais perto de se reencontrar e sendo ela um poder em si, o homem teme-a e há forças muito obscuras a dominar o planeta e que nós nem sonhamos. A mulher tem a Chave, por isso ela é perseguida, morta e violada como sempre foi quando chegava a ter algum poder na mão...e isso é perigos...o para hegemonia masculina. Foi-o na época da Inquisição e volta a sê-lo agora. Por isso temos de estar bem conscientes de que isto é um mais ataque ao poder e à integridade da mulher em si e que reflecte o medo dos homens da mulher, um medo atávico e ancestral, e por isso de novo a sua perseguição, violação e assassínio...
A solução neste momento para a mulher é - penso eu - cada mulher tornar-se cada dia mais senhora de si e aos poucos formarmos uma força de resistência - pela CONSCIÊNCIA de um poder inato - maior do que a ofensiva macabra que está a acontecer no mundo e não expor-se inutilmente ou confrontando a besta...
Este é como diz uma amiga "o prelúdio do embate que se avizinha, a reacção do homem que se debate na antevisão da verdadeira mulher e o estertor de morte do patriarcado."



RLP

A MASCULINIZAÇÃO DO MUNDO E DAS MULHERES...

“Pelo seu poder sexual a mulher torna-se perigosa para a colectividade, cuja estrutura social assenta na angústia que, antigamente era inspirada na mãe, hoje em dia tem como fonte o pai.” E se esta mulher é perigosa, ela é afastada, e remetemo-la às cavernas mais profundas, mascaramo-la, ou a masculinizamos por vezes. A Deusa-Mãe tornou-se Deus-Pai. Mas como os homens têm necessidade ainda das mulheres, para quê aborrecer-se? Deus criou o homem à sua imagem, porque não havia o homem de criar a mulher à sua imagem?”
(...)
in JEAN MARKALE – LA FEMME CELTE

Sem comentários: