"NÃO SOU FEMINISTA, SOU ANTROPOLOGICAMENTE LÚCIDA" Ana Hatherly

domingo, maio 08, 2016

No êxtase, tal como na morte, de novo nascemos...



O EXTASE…


Será assim o êxtase, a mais subida experiência humana, porque a que nos dá a prova da possibilidade do nosso conhecimento: dizendo-nos que a sua origem está na experiência e não na razão; e que a sua forma mais perfeita é a intuição. Ele dará a prova da possibilidade do conhecimento, que será também aquela do mais elevado que é possível existir.
(…)
No êxtase, tal como na morte, de novo nascemos. Aí de novo tudo é feito.

...
DALILA PEREIRA DA COSTA

Sem comentários: