"NÃO SOU FEMINISTA, SOU ANTROPOLOGICAMENTE LÚCIDA" Ana Hatherly

domingo, maio 15, 2016

OS NEGÓCIOS DA CHINA...?

BARRIGAS  DE ALUGUER?

AS MULHERES ESTÃO CEGAS...

Não querermos ver nem perceber o que se está a passar no mundo e à nossa volta, esta guerra obscena contra a mulher em todos os continentes e países...esta perseguição à mulher em grande escala, em todos os lugares do globo, esta nova marcha machista e patriarcal contra as mulheres no mundo e que nos atingirá a todas no peito e na carne, no corpo e no sexo como sempre fomos atingidas, e se continuarmos a ignorar tudo isto é sermos mesmo cegas.
Não querer ver esta insidiosa manobra global contra as mulheres no mundo, em cada país, e mesmo sendo perpetrada por mulheres-homens, mulheres machas vendidas ao Sistema, sem ventre, só mente, e que nada têm de mulheres senão uma triste aparência rebuscada, e que nem sonham nem respeitam qualquer sentido da vida dada como sagrada e  tão longe, estéreis que são, de todo o sentido da transcendência da vida, essas mulheres politizadas, cientificas, médicas ou deputadas de esquerda e até feministas marxistas que defendem a legalização da prostituição da mulher ou legalizam as "barriga de aluguer"  e tornam as mulheres cada vez mais instrumentos de trabalho ou cada  vez mais simples objectos de prazer ou de procriação, é completamente insano.
E agora mais do que nunca as mulheres ficarão entregues à maquina infernal do mundo do dinheiro em que conceber e ter um filho na barriga 9 meses dá para vender, fazer negócios da china...ou dar a criação divina de um ser a "dois pais" pela adopção gay, uma alienação completa da Mãe e da Mulher.   
E chamam a isto "progresso" e liberdade da Mulher? Falam ainda em "direitos humanos"? Ou será que estão a confundir tudo com animais...para adopção?
Uma mulher esvaziada de si e da sua  essência, cada vez mais vendida aos homens e rendidas ao lucro e à mais valia, à sua miséria, ao dinheiro como único valor reinante e tornadas um mero verbo de encher... "barriga de aluguer" de um ser humano como mera mercadoria, colocado a venda e que qualquer pessoa pode comprar?
Que ser humano poderá nascer de uma "barriga de aluguer" de uma Mãe que o rejeita e vende e trata in útero como uma coisa, uma peça de carne ou de gado para consumo de pais sem filhos, mas com dinheiro para pagar?
Não, não acredito que possam nascer crianças saudáveis de mulheres que vendem os filhos logo à partida e os concebem para esse fim e como os filhos das prostitutas foram os "filhos da puta" do Sistema agora serão abortos vivos sem amor e feitos para o ódio...os filhos das barrigas de aluguer e sem nome - mães sem nome, mães que VENDEM BEBÉS...antes vendiam o sexo...agora vendem também os bebés? E estes moralistas e cristãos que acusavam de crime as mulheres que optavam pela interrupção voluntária da gravidez quando indesejada agora estão do lado da venda de seres humanos, porque isso convém as suas mulheres estéreis? 
Isto é qualquer coisa de atroz e macabro que este mundo apocalítico anuncia...não menos MACABRO do que um Útero artificial... que os muçulmanos que odeiam visceralmente as mulheres tentam descobrir...
rlp

Sem comentários: