domingo, julho 31, 2016

EM QUEM PODEM CONFIAR AS MULHERES?



PORQUE TÊM MEDO AS MULHERES
DAS OUTRAS MULHERES?


Sim, compreendo o medo das mulheres, a sua reserva em relação umas às outras e que elas duvidem umas das outras. Antigamente essa reserva e desconfiança entre mulheres passava-se  de uma maneira mais vulgar e mesquinha, eram sempre as mulheres e os seus enredos, as comadres e as vizinhas, sempre umas contra as outras, ou entre as mulheres da família, as noras e sogras, as cunhadas e tias, como existiu sempre entre as feministas  e agora essa rivalidade surge também através  dos grupos de mulheres que andam ou dizem andar em buca  do "feminino sagrado" e da Deusa; há nestes contextos também muitos enredos e banalidades à mistura com grandes parangonas das Deusas, todas à bulha como as deusas no Olimpo por causa de Zeus...e agora é entre muitas mulheres que se intitulam tarólogas ou cartomantes, curadoras ou guias,  em que muitas são de facto oportunistas assim como  há terapias invasivas e fraudulentas conforme deu testemunho uma amiga que:

"tomou conhecimento, através de relatos de algumas senhoras que me contactaram indignadas por terem participado em TERAPIAS INDIVIDUAIS CHAMADAS DE SAGRADO FEMININO DUVIDOSAS....
Sinto que depois de escutar este relatos, não posso deixar de esclarecer que em TERAPIAS DO SAGRADO FEMININO ou de CURA DO FEMININO, ninguém fica DESPEDIDO, nem é COAGIDA A PERDER A SUA INTIMIDADE.

No Sagrado Feminino há um total respeito pelo Corpo Sagrado de cada mulher por parte da terapeuta.
É esta DESINFORMAÇÃO constante que em parte é responsável pelo desrespeito e descrédito pela verdadeiro SAGRADO FEMININO." (Cristina Neves)


É, eu sei, é difícil confiar e saber quem é QUEM à partida nesta Feira de saberes e vaidades alternativas; é difícil  saber quem é verdadeiro, quem é autêntico ou genuíno, mas não há outro meio, senão seguir a nossa intuição,  ouvir o nosso coração, mas também ter algum discernimento, só isso nos pode ajudar a separar o trigo do joio, quando há tanta oferta e tantas promessas de cura e de salvação...

As mulheres eram e continuam a ser infelizmente mais fracas dentro destes processos porque estão perdidas e não sabem de si e por isso são mais facilmente  manipuláveis - elas compram tudo o que se lhes vende  precisamente porque duvidam de si, são inseguras;  tantas mulheres abandonadas por amantes e maridos, pelos filhos inclusive, já na meia idade e não só, neuróticas ou em depressão, e que se entregam a tudo sem saber nada, em busca de uma esperança qualquer, de uma solução para as suas vidas desfeitas e vão atrás de tudo. 


Há agora tanta especulação da parte dos homens como  da parte de mulheres que se aproveitam deste movimento da Deusa e do "Sagrado feminino" para se afirmarem apenas como egos e serem elas as cabeças de lista, vendendo produtos vários, "pacotes divinos" de informação e formação de deusas - promovendo-se e dando-se a si mesmas os louvores e as glórias. E por isso é em nome do Feminino Sagrado e desta onda crescente, que muitas  mulheres desprevenidas vão atrás delas e se abrem sem saber ao certo para onde vão, sem saberem realmente de si, seguindo uma suposta espiritualidade new age, essa grande mistura de tudo, essa miscelânea de credos e rituais e que não passa de uma armadilha mais para afastar a mulher dessa consciência de si e da sua individualidade...
Por isso urge adquirir um saber, um sentir, e manter uma consciência clara de si mesma, manter o foco no nosso centro, mas para isso a Mulher tem de primeiro entrar em contacto com as suas forças arquetípicas interiores e tomar consciência da sua cisão interna  e assim poder psicologicamente entender a razão da sua divisão, a razão da sua vulnerabilidade, a razão da maior parte dos seus conflitos internos, a sua dualidade entre "a santa e a puta", essa cisão que divide todas as mulheres dentro de si mesmas consciente ou inconscientemente, razão da rivalidades entre mulheres e da sua separação, assim como das suas doenças. 

Sim, eu compreendo o medo das mulheres e que elas duvidem umas das outras!
O melhor portanto é estar prevenida para não cair nas malhas de gente sem consciência nenhuma e oportunista que usa e abusa da fragilidade e ignorância das mulheres, antes presas nas teias  do Deus Pai e dos seus padres e  agora ainda de pregadores new age, caindo na armadilha de uma nova "espiritualidade" que mais não faz do  que disfarçar a velha religião patriarcal para melhor dominar  e desviar as mulheres de uma verdadeira consciência de si enquanto MULHERES!
Inicialmente muitos destes movimentos do feminino - tal como o feminismo há décadas - tem todo o sentido e são positivos, eles tem um propósito inicial de resgate da Mulher, da sua liberdade ou dos seus direitos  ...mas a breve trecho são aproveitados pelos homens e pelas seitas ou pela matriz de controlo  para desviarem as mulheres dessa Consciência de si e da Essência Feminina - ontológica e telúrica...- de que têm tanto medo. Porque só a Consciência da verdadeira Mulher lhe pode  devolver o seu poder de Magia e Amor o Eterno Feminino. E essa consciência não se  adquire  sem um trabalho profundo da Psique feminina e muito trabalho com a Sombra.
rlp

Sem comentários: