quinta-feira, agosto 25, 2016

Esta rapariga é maluca!


UM BELO E ILUSTRATIVO TEXTO...
de Maria Teresa Horta / Meninas



- Esta rapariga é maluca!
...
"Sem medir o excesso daquilo que dizia e do demasiado que adivinhava, Cassandra era uma menina esquivosa, com a lividez das velas dos altares, de quem as pessoas se afastavam, supersticiosas, temendo que tamanha afoiteza a pudesse levar a devassar-lhes o olhar maldoso, encontrando no lodo desse fundo os muitos pensamentos de inveja e traição, de ódio e sordidez que escondiam nas mentes e nos corações mirrados, sempre temendo que Cassandra, ao descobri-los, os tornasse visíveis diante de todos.
- Ela consegue adivinhar o que nos vai na alma - preveniam-se uns aos outros, temendo-a; embora sem jamais confessarem com clareza o medo que sentiam dos seus poderes divinatórios. E menos ainda dos seus poderes proféticos, que constava ela possuir no devassar do passado e no desvendar do futuro; embora admitissem a possibilidade de Cassandra poder escutar-lhes as falhas, as faltas culposas, pela calada da noite.
Então tentavam desacreditá-la, afirmando no disfarce da raiva:
- Esta rapariga é maluca!"
(...)


ESTE É O NOSSO VERDADEIRO DILEMA...

A Mitologia a Religião e a política...

há milhares de anos, cassandra, última pitonisa da deusa-mãe foi votada ao descrédito por apolo, o deus que destronou o oráculo de delfos e matou a piton, a grande serpente em delfos....
desde aí, a mulher que era a pítia, a sacerdotisa da deusa, deixou de ser intérprete do divino para o homem, para o sacerdote de apolo, servir os interesses exclusivos dos guerreiros e chefes militares e as suas estratégias e não uma ordem estabelecida entre o céu e a terra e o seu equilíbrio...

essa é a cultura grega-romana que herdamos e a que prevalece ainda nos nossos dias.
assim a voz das mulheres é votada ao descrédito desde que nascem...
sejam elas cultas ou incultas o complexo de cassandra está inculcado nelas e nele se revela o seu sentimento de impotência...

escrito em 2006
rlp

Sem comentários: