terça-feira, dezembro 27, 2016

A SOLIDÃO ESCOLHIDA


ESTAR SÓ É ESTAR PERTO DA NATUREZA



"A solidão não é ausência de energia ou de ação como alguns pessoas pensam, mas uma abundância de  recursos selvagens interiores que a alma nos transmite. Em tempos antigos, tal como sabemos através dos escritos dos médicos-curandeiros religiosos e místicos, a solidão deliberada era não apenas paliativa mas também preventiva. Era escolhida para curar a fadiga e evitar o cansaço. Também era utilizada para se poder entrar em contacto com um oráculo, como um meio para ouvir o eu interior e pedir conselhos a um guia impossíveis de  escutar  no meio do barulho da vida quotidiana...
Se praticarmos habitualmente a solidão de forma deliberada, promovemos o nosso diálogo com a alma profunda que se aproxima de nós. E  fazemos isso não só para "estar perto " da natureza  genuína  da alma mas também, como na tradição mística desde  tempos imemoriais, para tirar dúvidas e para que a alma nos aconselhe."

Clarissa Pinkola Estés
Mulheres que correm com os lobos ( C. 9)

Sem comentários: