segunda-feira, janeiro 23, 2017

A FRAUDE DA OPINIÃO VIGENTE



"A literatura e a poesia […] estão mais próximas da realidade humana que, por exemplo, a investigação psicológica. Essa orienta-se demasiadamente pelo mito da ‘realidade’ e pelo mito das estruturas de poder daí decorrentes. […] Um escritor escreve, e não em último lugar, para se opor com a sua força criativa à fraude da ‘opinião vigente’. Fala de uma língua que ainda sabe da globalidade da experiência humana.”

Arno Gruen

Sem comentários: