sexta-feira, abril 14, 2017

AS BRUXAS...


 O MAIOR PRECONCEITO ANTIFEMININO DE NOSSA CIVILIZAÇÃO.

"...Personificações do diabo na prédica cristã, as bruxas absorveram a herança das sibilas, magas e sacerdotisas, as quais consumaram seu mais alto êxito na cultura druídica ao lado de fadas que ideavam as cidades anglo-saxônicas. Acentuaram-lhes a fealdade ao relacioná-las ao pecado; reduziram -nas à ponte emblemática entre o visível e o tenebroso, habitantes de um mundo intangível ou irreal, e a mera travessura da criação entre o humano e o sobrenatural, até diminuírem-nas à caricatura humanoide de Lúcifer. Ao tipificar a perversidade na mulher madura, que traz às costas a experiência e, seguramente, muitas tristezas não resolvidas, os moralistas impingiram à elas O MAIOR PRECONCEITO ANTIFEMININO DE NOSSA CIVILIZAÇÃO.


Mesmo em nossos dias, com ideias próprias e juízos críticos, AS MULHERES QUE DESAFIAM O DIFERENTE OU O PROSCRITO AINDA SÃO QUALIFICADAS DE BRUXAS, especialmente quando manifestam condutas contrárias ao preestabelecido, embora se tente camuflar este termo com o de "velhas terríveis", aplicado aquelas inconformistas que provocam medo por causa de seus atrevimentos ofensivos às pessoas de "boa consciência".

In: "MULHERES, MITOS E DEUSAS, feminino através dos tempos", Martha Robles, ed. Aleph

Sem comentários: