sexta-feira, junho 30, 2017

BARRIGAS DE ALUGUER .- um crime contra natura...



AS MULHERES SÃO LIVRES?

As mulheres modernas podem ter consciência politica e social da condição da mulher no mundo, e isso é só um principio, ou foi essa a luta das feministas, mas se ela não tiver consciência de si enquanto mulher dividida e viver como intelectual ela pensa-se como igual aos homens e não vê essa diferença essencial que é a forma como o Sistema Patriarcal dividiu as mulheres em duas espécies para PODER fundar o Sistema: O casamento é a assinatura do contrat...o da mulher (e do filho) como propriedade do homem enquanto que a outra que não casa passa a ser a prostituta que é outro suporte do sistema...O  bode expiatório de todas as desgraças...mãe de todos os filhos da put...

Uma é a mulher que dá filhos ao homem e a outra a mulher que lhes dá prazer aleatório e assim a mulher é dividida em duas espécies sem dar por isso.
Penso que este pormenor da divisão das mulheres em duas espécies foi a maior tactica de destruição da integridade da mulher como Ente ou como individuo e da sua liberdade como mulher integral.
Mas pior, penso que que agora que as mulheres tiveram a sua pseudo-emancipação e que quase todas desprezam a maternidade e tornam uma coisa meramente funcional os homens agora condenam as mulheres a ser todas uma terceira espécie; "barrigas de aluguer" - já não precisam de casar nem de pagar a prostitutas para ter prazer porque TODAS AS MULHERES SÃO "LIVRES" sexual e economicamente ou vendem-se todas pelo dinheiro...MAS falta-lhes a dimensão da alma e do espirito, a Dimensão do sagrado da Vida e de dar vida...
E é esta abominação que está em curso e as mulheres comuns dão aval a isto...a grande barbaridade "cientifica" do sec. XXI
Por tudo isto é importante que se tome consciência desta grande alienação da mulher e de todos os seres humanos perante o que estamos a viver hoje com o fenómeno das "barrigas de aluguer" em que homens com dinheiro, futebolistas e cantores gays e outros estejam a fazer das crianças mera mercadoria e a destituir as mães de todo o significado.

A MÃE É O  ELEMENTO DETERMINANTE DA SOCIEDADE- SEM MÃE ESTA SOCIEDADE ESTÁ CONDENADA A FALÊNCIA DA SUA BASE E ESTRUTURA ESSENCIA: O COLO DA MÃE...é a salvação da Humanidade!
rlp

“Recuperar a mãe verdadeira pressupõe então recuperar o coletivo de mulheres e a sua função coletiva dentro dum determinado grupo social. A recuperação da mãe não é uma recuperação individual (embora tenha uma dimensão individual e corporal), mas a recuperação do feminino coletivo, de todas nós.” cacilda rodriguez

Sem comentários: